Donos do Explorer nos Estados Unidos pressionam Ford por supostas falhas no sistema de escapamento

Por Rodrigo Almeida

Donos do Ford Explorer nos Estados Unidos estão colocando a empresa no meio de uma polêmica, pois acreditam que a emissão de gases dos veículos está comprometendo a saúde.

Segundo a Bloomberg, mais de 3 mil proprietários desse carro reclamaram para entidades federais que os gases emitidos pelos carro passavam pela cabine no processo de emissão.

Um dos casos expostos pelo jornal estrangeiro foi o de Bret Heriksen, dono de um Ford Explorer 2017. O homem fez uma viagem de 48km e depois passou a sentir dores de cabeça, náuseas e fadiga.

Segundo a esposa de Bret, eles foram ao médico fazer avaliações, temendo alguma enfermidade cerebral. Mas os resultados preocuparam a família e indicaram que o rapaz havia sido exposto a altos níveis de monóxido de carbono.

A empresa se defende dizendo que as pesquisas conduzidas com os veículos não apresentaram nenhuma exposição de ao gás alarmante ou distinto do que as pessoas já estão acostumadas no dia a dia.

Loading...
Revisa el siguiente artículo