Homem de 75 anos é pego fraudando prova do Detran com escuta e câmera escondida

Por Metro Jornal

Os funcionários do Detran/SP  estranharam o comportamento do idoso que fazia a prova teórica para renovar a carteira de motorista (CNH) na unidade de Guarapiranga, em São Paulo, na última quarta-feira. Ele se mexia muito, levava a mão aos ouvidos várias vezes, olhava para os lados e se portava como quem desconfiasse de algo.

 

O senhor de 75 anos concluiu a prova em 40 minutos e acertou 22 das 30 questões. Ou seja, ele levou pouco mais de 1 minuto para responder cada questão, o que deixou os fiscais ainda mais apreensivos. Eles resolveram checar o desempenho do candidato e descobriram uma fraude digna de um filme americano.

 

LEIA TAMBÉM:
Raspou o cabelo e fingiu ter câncer para arrecadar dinheiro

 

Por R$ 190, uma quadrilha especializada equipou o idoso com um ponto eletrônico (no ouvido), um celular e uma micro-câmera escondida na camisa. Através de câmera, acoplada ao celular, a quadrilha lia a pergunta no terminal e passava a resposta pelo ponto eletrônico para o senhor em tempo real.

 

A polícia foi chamada e o senhor foi indiciado por fraude. E, claro, ele ficou sem a CNH.

 

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo