Monge budista é atacado por tigre durante meditação

Por Metro Jornal

O monge budista Rahul Walke Bodhi, de 35 anos, fazia sua prática diária de meditação na floresta de Ramdegi, oeste da Índia, como todos os dias, com mais dois homens.

O local é uma área protegida que abriga uma reserva de tigres e leopardos. Os monges realizavam no local uma conferência anual de orações e haviam sido alertados sobre os perigos do local.

Bodhi estava sentado embaixo de uma árvore em meditação quando um tigre pulou sobre ele como um raio, o abocanhou e arrastou floresta adentro, segundo a polícia indiana.

Os dois outros monges rapidamente correram para chamar a polícia, que após muita busca encontrou o corpo na floresta.

No mesmo local, segundo a polícia, houve mais quatro ataques somente nas últimas semanas

O país estima que haja entre 12 mil e 14 mil leopardos na Índia.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo