Homem que sofreu bullying por dançar ganha festa organizada por mulheres

Por Metro Jornal, com Estadão Conteúdo

Um homem que virou motivo de chacota simplesmente por dançar teve uma grata surpresa. Sean O'Brien foi fotografado no momento em que dançava — e sua frustração ao perceber risos e olhares de desprezo — no vagão de metrô nos Estados Unidos. A imagem viralizou nas redes sociais e sensibilizou um grupo de mulheres na Califórnia, que começaram uma campanha para encontrar o rapaz.

"Moço dançante, não sabemos muito sobre você, mas uma foto na internet sugeriu que você queria dançar e alguém te fez sentir que não deveria. Queríamos ver você dançar livremente e, se você nos receber, adoraríamos dançar junto", diz o texto no Facebook. "Estamos preparando uma festa para você, se quiser nos receber. Nos daria a honra desta dança?".

campanha homem dançando Reprodução/Facebook

O movimento ganhou tal força que personalidades do mundo da música se engajaram, como o cantor Pharrell Williams. "Oi, Cassandra (organizadora do evento), me mantenha atualizado sobre a festa! 'Dancing Man Found', nunca tenha vergonha de si mesmo!", escreveu o músico.

O DJ Moby também se manifestou no perfil oficial dele no Twitter "Ofereço meus serviços como DJ de graça para o #dancingman. Ninguém deveria sentir vergonha por dançar", enfatizou.

Depois de tanta mobilização nas redes sociais, finalmente o homem foi localizado. "Como solicitado!", escreveu Sean O'Brien em uma folha de papel. Ele tirou uma fotografia e a publicou no Facebook.

Homem dançando Reprodução/Facebook

A sequência de imagens publicadas nas redes sociais mostra O'Brien dançando na festa preparada para ele, inclusive com Cassandra, que a idealizou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo