Madeleine McCann: Detetive revela teoria sobre morte da menina e pais entram em batalha judicial

Por Victória Bravo

Gonçalo Amaral, que liderou a investigação policial após o desaparecimento de Madeleine McCann em Portugal de um resort da Praia da Luz em 3 de maio de 2007, lançou um livro que revelou uma teoria chocante sobre o caso.

De acordo com o Publimetro Chile, a publicação chamada "A Verdade da Mentira" deixou meio milhão de dólares nos bolsos de detetive, e apontou o responsável pelo desaparecimento da britânica de apenas quatro anos.

Madeleine McCann Reprodução

"Ela poderia estar literalmente em qualquer lugar do mundo, mas minha intuição é que ela está em Portugal", insistiu o homem que é considerado o maior especialista no desaparecimento da criança.

Ele ainda disse que Maddie morreu após um acidente no quarto alugado por seus pais na cidade portuguesa, onde passavam férias.

De acordo com o seu livro, após a morte acidental, os pais esconderam o corpo da criança para não deixar nenhuma evidência, fingindo seu sequestro para fugir de uma condenação pela morte da menina.

Madeleine McCann Reprodução / ANDREW WINNING REUTERS

As acusações foram negadas por Kate e Gerry McCann, que processaram Amaral. No entanto, apesar de perder um julgamento em 2009, autoridades lhe deram o direito de falar sobre o assunto.

Os McCann entraram novamente com um processo no Tribunal de Direitos Humanos em Estrasburgo, onde agora esperam outro veredito a seu favor.

Além do processo, os pais de Madeleine solicitaram que metade dos lucros do livro do detetive português seja doado para a investigação.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo