VÍDEO: Funai grava o último sobrevivente de uma tribo isolada na Amazônia

Por Victória Bravo

Imagens inéditas foram capturadas na Amazônia esta semana. Gravado pela Funai (Fundação Nacional do Índio), o vídeo mostra o último sobrevivente de uma tribo indígena.

Na gravação, é possível ver o homem com uma espécie de machado cortando uma árvore. São as primeiras imagens em pelo menos 22 anos do homem que mora sozinho na Amazônia.

O indígena tem cerca de 50 anos e pôde ser registrado com clareza: “Ele está bem, caçando, mantendo seus cultivos de mamão, de milho. Ele está com um bom estado de saúde e uma boa condição física com todos esses exercícios que faz”, disse Altair Algayer, coordenador regional da Funai, para o jornal The Guardian.

O nativo já era conhecido como “o índio no buraco” e foi visto pela primeira vez em 1998, mas naquela época o registro não foi documentado.

Ele passa a maior parte do tempo caçando porcos, pássaros e macacos com seu arco e flecha, além de morar em uma cabana cercada por plantações de mamão e milho.

Foto Reprodução / Funai

Acredita-se que ainda existam cerca de 113 tribos isoladas que vivem no meio da Amazônia, 27 das quais foram avistadas por especialistas que tentam rastrear seus movimentos e possivelmente contatá-los.

Os sobreviventes de outros grupos relataram como os agricultores que os invadiram atiraram neles nas costas para tomar suas terras. A Funai, de fato, culpou publicamente os agricultores pela morte dessas tribos.

“Na década de 1980, a colonização, a agricultura ilegal e a extração ilegal de madeira levaram a repetidos ataques contra os povos nativos isolados que ali viviam há anos. Tem sido um processo constante de expulsão, roubo de suas terras e eventual morte”, relatou a Funai.

A Funai monitoriza a cultura da população indígena do país, mas não interfere nem estabelece contato com a mesma.

Confira o vídeo: 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo