Triste relato da ex-namorada do rapper XXXTentacion revela detalhes sobre agressões

Por Victória Bravo

O rapper estadoniense XXXTentacion, de apenas 20 anos, foi assassinado em Miami na tarde da última segunda-feira (18). Janseh Onfroy – verdadeiro nome do artista – levou tiros à queima roupa e morreu no hospital.

O músico esperava um julgamento por violência doméstica contra sua ex-namorada grávida Geneva Ayala, com quem começou a sair em 2014.

Em declaração ao jornal Miami News Times, Ayala revelou o ex-namorado a ameaçava com uma faca e um garfo de churrasco: “Me pediu para escolher entre os dois, porque ia colocar um deles na minha vagina”, confessou na entrevista.

Com medo, a vítima permaneceu com o parceiro e continuou sendo agredida “a cada três ou quatro dias”: “Me batia, me estrangulava e quebrava cabides nas minhas pernas. Ameaçou cortar meu cabelo, a língua, colocava facas ou tesouras na minha cara, tentou me afogar”.

Foto Reprodução / Infobae

A violência continuou mesmo após Ayala descobrir que estava grávida, em outubro de 2016. Em sua declaração, ela revelou que o rapper a espancou, estrangulou e a manteve em cárcere privado durante dois dias.

Na época, a polícia prendeu o rapper que se declarou inocente. A vítima teve uma fratura séria que provocou danos no seu nervo ótico e, para arrecadar dinheiro para a operação, tem uma página na plataforma de financiamento coletivo GoFundMe.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo