Desafio do gelo atrai brasileiros, mas doações ainda perdem para os EUA

Por lyafichmann
Mark Zuckerberg foi uma das primeiras personalidades a fazer o  desafio do balde de gelo | Divulgação Mark Zuckerberg foi uma das primeiras personalidades a fazer o desafio do balde de gelo | Divulgação

O desafio do balde de gelo é a última febre na internet e na TV. Nos últimos dias, atores, cantores, apresentadores de TV, jogadores de futebol, e outras celebridades, subcelebridades e, na esteira, uma legião de desconhecidos tomaram o banho gelado e publicaram vídeos em redes sociais. Mas muitos esqueceram de falar sobre a ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica).

A campanha, criada pela americana ALS Association para levantar doações e dar publicidade à rara doença, teve muita repercussão não só nos EUA, como também em outros países, como o Brasil. Mas, claro, as celebridades geladas estão ganhando mais atenção do que a doença.

Os vídeos com figuras do quilate de Mark Zuckerberg, Bill Gates e Lady Gaga geraram doações de US$ 15 milhões em poucas semanas. O desafio já arrecadou US$ 41,8 milhões nos Estados Unidos desde 29 de julho até esta quinta-feira, segundo a Associação ALS. Os números são muito superiores aos US$ 2,1 milhões doados no mesmo período do ano passado. Os valores vieram de quem já doava e de 739,275 novos doadores.

No Brasil, as doações são encaminhadas para a Associação Pró-Cura da Ela, Abrela (Associação Brasileira de Esclerosa Lateral Amiotrófica) e IPG (Instituto Paulo Gontijo). Deborah Secco, Rodrigo Simas, Marcos Mion, Paola Oliveira, Ronaldo e Regina Casé foram alguns dos que mostraram, além do balde de água na cabeça, os comprovantes de transferência de suas doações.

Desde o início da campanha até quinta, a Pró-Cura e a Abrela arrecadaram, juntas, R$ 143 mil. O IPG, segundo sua assessoria de imprensa, ainda não tem estimativa das doações.

O que é ELA?

A ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica) também é chamada de Doença de Lou Gehrig ou Doença de Charcot. É considerada uma moléstia degenerativa do sistema nervoso, que acarreta paralisia motora progressiva, irreversível, de maneira limitante. Com base em estudos epidemiológicos, segundo a Associação Pró-Cura da ELA, a cada dia 14 brasileiros são diagnosticados com ELA. Em cerca de 10% dos casos, a ELA é causada por um defeito genético. Nos demais casos, a causa é desconhecida. Os sintomas iniciais de ELA podem ser muito variados. Pode incluir fraqueza muscular nas mãos, braços, pernas ou os músculos da fala, deglutição ou respiração.

Confira o vídeo de alguns famosos:

Bill Gates

Mark Zuckerberg

José Luiz Datena

Compilação com esportistas e artistas

Ivete Sangalo

internautas compartilharam vídeo em que Chaves joga um balde de água no Seu Madruga

Lionel Messi

Desafío a @pocho22lavezzi @aguerosergiokun16 @nicolasdiegovazquez #icebucketchallenge 💦

A post shared by Leo Messi (@leomessi) on

George W. Bush

Fãs da  saga ‘Star Wars’ gravaram vídeo jogando no R2-D2

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo