Honda aposta na CBR 500R pela liderança do segmento no Brasil

Por Caio Cuccino Teixeira
Modelo está à venda no Brasil por R$ 23 mil | Divulgação Modelo está à venda no Brasil por R$ 23 mil | Divulgação

Sabendo que o mercado dita as tendências e, consequentemente, as vendas que resultam em lucros, a Honda aposta todas as suas fichas no lançamento da nova CBR 500R, à venda no mercado brasileiro desde o mês passado por R$ 23 mil (a versão com ABS sai por R$ 24.500). Buscando tornar a moto esportiva em líder do segmento, a montadora a apresenta cercada de expectativas – nada modestas, aliás. O objetivo da marca é vender 500 unidades por mês, algo que seria suficiente para liderar o mercado de esportivas, atualmente, nas mãos da Kawasaki com sua Ninja 300.

“A CBR 500R combina beleza e alta performance com condução fácil, perfeita para quem está procurando a sua primeira esportiva e deseja sentir a adrenalina presente no DNA da marca, respeitado em todas as pistas do mundo”, enfatiza um trecho do comunicado enviado à reportagem. De fato, a esportiva é potente e dotada de tecnologia, mas o grande feito da fabricante foi ter resgatado a mística dos motores de 500 cilindradas, ausentes do mercado nacional há uma década.

A esportiva, que tem motor bicilíndrico de quatro tempos, algo que gera uma potência de 50,4 cv a 8.500 rpm e torque máximo de 4,55 kgfm a 7.000 rpm, tem pistões forjados em liga de alumínio, e teve a resistência otimizada e o peso reduzido, tornando seu funcionamento mais suave e eficiente. Outra novidade fica por conta da carenagem, que transparece uma moto de maior cilindrada, mas que fora desenvolvida para diminuir o arrasto aerodinâmico e, de quebra, acabou acentuando ainda mais o seu design esportivo.

Potência é de 50,4 cv a 8.500 rpm | Divulgação Potência é de 50,4 cv a 8.500 rpm | Divulgação

“Integrados ao visual estão o painel de instrumentos digital na cor branca e o conjunto óptico, com refletor duplo multifacetado e lâmpadas halógenas, que oferece boa visibilidade em qualquer condição.” De acordo com a montadora, o painel de instrumentos é totalmente digital, com velocímetro, conta-giros por gráfico de barras, relógio, hodômetro, medidores de combustível e diagnóstico do motor, tudo visando proporcionar fácil leitura ao motociclista.

A Honda também fez de tudo para não deixar de lado a faceta esportiva da motocicleta em qualquer dos detalhes. Tanto que inseriu um assento de 785 mm de altura à CBR 500R e compactou outras medidas, como a distância entre os eixos (1.410 mm) e o peso (181 kg). Outro ponto de destaque do lançamento está na suspensão, que conta com um garfo dianteiro de 120 mm, desenvolvido para oferecer total estabilidade nas curvas.

Carenagem acentuou ainda mais o design esportivo | Divulgação Carenagem acentuou ainda mais o design esportivo | Divulgação

Disponível nas cores branca e vermelha, a CBR 500R conta com freios ABS – apenas na cor branca –, tem garantia de um ano, e faz parte de uma família que ainda tem outras duas irmãs: a naked CB 500F, recém-lançada, e a crossover CB 500X, que será lançada até o fim do ano. Ao que parece, ainda que seja arrojado o objetivo da Honda, a CBR 500R tem tudo para cair no gosto do mercado.

fotos honda divulgacao

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo