Abrigo de animais incentiva leitura a crianças nos EUA

Por Caio Cuccino Teixeira
Felinos são ouvintes dos jovens leitores | Mark Makela/Reuters Felinos são ouvintes dos jovens leitores | Mark Makela/Reuters

Muitos pais ficam perdidos sem saber o que fazer para incentivar os filhos a ler livros em casa. Em uma pequena cidade dos Estados Unidos, Berks County, na Pensilvânia, esse problema foi resolvido com a ajuda de um abrigo de animais, que elaborou um programa em que jovens alunos lêem histórias para os gatos que moram por lá e esperam adoção.

A ideia surgiu de uma mãe, Kristi Rodriguez, que é diretora da ONG Animal Rescue League, ao ver seu filho de dez anos, Sean, se interessar pelos livros após ler para os felinos do abrigo. Daí foi criado o “The Book Buddies” (em português, amigos do livro), uma iniciativa sem fins lucrativos que estimula crianças de 6 a 13 anos a contar histórias para os gatos. Ambos adoram.

De acordo com Kristi, o programa começou em agosto de 2013 e tem crescido muito desde então, ganhando novos adeptos toda semana. Entre os leitores estão crianças que estudam em casa e autistas. “E há famílias que querem um contato maior entre os filhos e os animais”, diz a diretora.

Benefícios

Especialistas da Tufts University, em Massachusetts, afirmam que a companhia dos gatos durante a leitura de livros pode ajudar a criança a desenvolver uma boa fluência oral e a ter mais confiança, já que os animais não ficam corrigindo ou avaliando os erros cometidos pelos pequenos.

“Histórias lidas em voz alta e com emoção deixam as crianças mais leves, mais soltas”, declara Maria Afonsina Matos, que é coordenadora do Centro de Estudos da Leitura da Uesb.

É importante ler!

De acordo com o Ministério da Educação (MEC) e outros órgãos ligados à área, crianças que lêem com frequência só têm a ganhar. Veja as principais vantagens:

• Ajuda a desenvolver o repertório
• Fortalece o senso crítico
• Amplia o conhecimento geral
• Aumenta o vocabulário
• Estimula a criatividade
• Facilita a escrita
• Emociona com o teor das histórias

Companhia estimula a vontade de ler | Mark Makela/Reuters Companhia estimula a vontade de ler | Mark Makela/Reuters

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo