Evento promove encontro de 4 minutos entre desconhecidos

Por Caio Cuccino Teixeira
Casais conversam entre flores e velas românticas | André Porto/Metro Casais conversam entre flores e velas românticas | André Porto/Metro

Mulheres de um lado da mesa, homens do outro. Não se conhecem, nunca se viram, mas podem sair dali com chances de engatar um relacionamento sério, ou ao menos uma experiência divertida e inusitada. Solteiros e curiosos, eles se inscreveram no Speed Dating, uma espécie de jogo do amor com cara de balada.

O evento faz jus ao nome: encontro rápido em que o homem tem 4 minutos para falar com cada mulher. E assim eles vão pulando de cadeira em cadeira, se (re)apresentando para diferentes parceiras. Tanto os rapazes quanto as moças podem anotar detalhes durante o papo. E depois assinalar: sim, não ou talvez para um possível encontro. Só que a sós.

“Foi interessante estar aqui e gostei das meninas serem mais jovens”, conta o engenheiro Sidnei Gazonatto, 58 anos, pela segunda vez em um Speed Dating. Das 15 mulheres que conheceu naquela noite, assinalou o sim para cinco delas. “Até dá para arrumar uma namorada, mas acho meio agressiva essa rapidez na conversa”, afirma Antonio Roberto Testa, advogado de 58 anos que marcou seis sim e um talvez.

Mais tímidas, as mulheres não gostam de divulgar o nome e nem aparecer em fotos. “Vim só para saber como funciona”, relata uma delas. “Até gostei, mas tem hora que parece entrevista de emprego”, conta outra.

Encontro sério?

Promovido de seis a sete vezes por mês, em diferentes regiões da cidade, o evento ganha cada vez mais fãs, de variadas idades e classes sociais. “Em geral, fazemos encontros segmentados por faixa etária ou grupos de interesse, mas também realizamos festas mais abertas”, explica Ivan Viveiros, coordenador de marketing do Speed Dating Brasil. “E vários desses encontros renderam namoros e até casamentos”.

Em média, 30 pessoas participam e o preço vai de R$ 69,90 a R$ 99,90, dependendo do local. “Estabelecemos que o valor fosse igual para ambos os sexos porque assim fica mais justo e não lota só de mulher pagando mais barato”, afirma Ivan. No entanto, ele revela que a procura maior é do público feminino, principalmente após os 35 anos. “Às vezes temos de remarcar até que eles apareçam”, diz.

Como é que rola?

Participantes recebem fichas especiais para avaliar os pretendentes |André Porto/Metro Participantes recebem fichas especiais para avaliar os pretendentes | André Porto/Metro

Os participantes podem conversar o que quiserem durante os 4 minutos, mas é recomendado não passar telefone ou email. A empresa se responsabiliza em compilar as respostas positivas e negativas e repassar para todos em 24 horas. Se a pessoa (ou pessoas) por quem você se interessou também disser sim, ambos terão acesso às vias de contato autorizadas. Segundo os organizadores do Speed Dating, 90% dos participantes recebem ao menos um contato após o evento.

Eu participei!

Sidnei: “Prefiro as cultas e descoladas” | André Porto/Metro Sidnei: “Prefiro as cultas e descoladas” | André Porto/Metro

Para fazer a reportagem, estive presente no Speed Dating com o tema “Eles gostam de mulheres mais novas”. Aconteceu em um bar e o público era bem distinto. Elas estavam mais ansiosas no início, conversando umas com as outras sobre as possibilidades, e eles um pouco quietos. Depois de uma brincadeira inicial para quebrar o gelo, começaram a sessões dos 4 minutos. Ouvi de tudo e ri bastante. Alguns tinham uma conversa interessante e divertida, outros pareciam perdidos e grande parte abriu o coração e contou como sente falta de uma companheira.

No final do evento, elas se mostraram decepcionadas com a ala masculina; não eram quem esperavam. Já eles, estavam empolgados e até posaram para a foto quando revelei que era repórter. No entanto, não negaram o alto grau de exigência quando me mostraram quantos sim tinham assinalado. Olha que até eu ganhei alguns.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo