Pais devem ficar atentos para reorganizar a rotina escolar

Por fabiosaraiva

Educar para crescer logo educaçãoNa época do volta às aulas, a correria de pais e filhos envolve, entre outras coisas, reorganizar mochila, lancheira e materiais escolares. É hora também de reforçar para o filho a importância de montar e seguir um plano de estudo, pois isso vai ajudá-lo a encarar melhor as provas e atividades.

Outra providência fundamental nesse período é organizar o cantinho de estudo da criança em casa, local em que devem estar os materiais necessários para que ela faça a lição e as pesquisas em paz.

“É imprescindível que o aluno tenha um espaço próprio para estudar”, defende a pedagoga Liliana Francischini, que dá aulas na Educação Infantil de um colégio particular da capital paulista. “É ali que ele vai se sentir confortável e motivado para realizar as tarefas”.

No cuidado com os novos materiais, a palavra de ordem é responsabilidade. “Mostrar para a criança qual é o valor do material é muito importante porque a ajuda a ter mais cuidado com o que usa em casa e na escola”, ressalta Marcela Castro, coordenadora da Educação Infantil da Escola Rá-Tim-Bum, de SP.

Pais devem mostrar para os filhos que ir para a escola é divertido e enriquecedo | Getty Images Pais devem mostrar para os filhos que ir para a escola é divertido e enriquecedor | Getty Images

 

Organização

É recomendado que, tanto o pai quanto o filho, criem um cronograma que deve ser seguido até o fim do ano. Isso porque, durante a vida escolar, as lições de casa, os trabalhos e as provas se tornam cada vez mais frequentes, exigindo dos alunos organização e planejamento.

A falta de uma rotina pré-estabelecida muitas vezes compromete o aproveitamento da criança. “E o auxílio dos adultos na organização é crucial”, alerta Rita de Cassia Gallego, professora doutora da Faculdade de Educação da USP.

Mas não adianta querer implantar uma rotina que massacre e canse; é preciso que ela seja vantajosa para todos os envolvidos. “O plano de estudo deve focar a fragilidades e potencialidades das crianças, pois assim os pais podem ajudá-las a melhorar nas matérias”, completa a educadora. Eles também devem ter o hábito de conversar sobre o cotidiano da escola e saber mais sobre os trabalhos e as atividades.

 

Na hora certa

A pontualidade deve ser uma regra desde a pré-escola. Claro que todo mundo está sujeito a um imprevisto, mas atrasos recorrentes dos filhos na escola podem se tornar um problema sério. E o papel dos familiares é dar o bom exemplo.

“Chegar no horário, ou com uns 15 minutos de antecedência, é importante por várias razões”, diz a psicopedagoga Marcia Zebini. “Acho que a principal delas é a contribuição para a formação de um indivíduo capaz de respeitar regras e normas e de conviver adequadamente em sociedade.”

 

Dicas para ajudar seu filho na volta às aulas!

Atitudes simples colaboram para iniciar uma vida estudantil mais saudável.

1. Monte um calendário em parceria com o seu filho

2. Faça o acompanhamento das aulas em casa

3. Garanta boas noites de sono às crianças

4. Não deixe  que ele falte sem necessidade

5. Ajude na lição de casa

6. Leia e incentive a leitura em casa, em família

7. Estimule a escrita de cartas, bilhetes e notas

8. Aproxime-se da escola do seu filho e participe das reuniões de pais

9. Mantenha a escola informada sobre o que acontece com ele

 

Mochila cheia é sinal de sobrecarga nas costas

Colocar menos livros e cadernos dentro da mochila é a melhor alternativa para as crianças em idade escolar. De acordo com a orientação da  Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, a Sbot, essa é uma das grandes causas de problemas nas costas em jovens.

O perigo, segundo o órgão,  não está no modo como meninos e meninas seguram a bolsa, mas na quantidade de material que é carregado diariamente dentro dela até a escola.

“Quando a mochila tem mais de 10% do peso corporal da criança, torna-se prejudicial à saúde e pode  causar problemas graves”, alerta o ortopedista Luiz Carlos Lopes.

Os primeiros sinais de que há algo errado são dores nas costas e encurvamento para um dos lados ou para a frente. Os pais devem ficar atentos às queixas.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo