Com a chegada do calor, confira dicas de manutenção do ar-condicionado

Por Carolina Santos
15 mil quilômetros ou 12 meses são os indicadores para que o ar-condicionado seja conferido | Marcelo Justo/Folhapress 15 mil quilômetros ou 12 meses são os indicadores para que o ar-condicionado seja conferido | Marcelo Justo/Folhapress

É só chegar o calor e as vendas de ar-condicionado e ventiladores aumentam. Para quem anda de carro, a necessidade não é diferente. Se antes o artigo era considerado luxo nos automóveis, cada vez mais tem se tornado item essencial. Mas tão fundamental quanto se refrescar é manter o aparelho com a manutenção em dia.

Embora o gasto para manter o equipamento em dia não seja exorbitante, o mais aconselhável para ter uma estimativa do quanto será necessário para fazer os reparos é visitar uma oficina especializada. “A manutenção do ar-condicionado inclui alguns passos e é difícil estimar um gasto anual com a manutenção, pois vai variar muito de carro para carro, devido à complexidade para a troca do filtro de cabine, o custo do filtro e o valor da higienização do sistema, caso seja necessário”, explica André Gonçalves, consultor técnico da Mann+Filter, fabricante de filtros automotivos.

De acordo com o especialista, na visita periódica, os veículos deverão passar por testes para verificar o estado de conservação da mangueira, do filtro de cabine e da carga de gás, além de examinar a tensão da correia do condensador. Também é importante fazer uma higienização, que visa evitar a proliferação de bactérias, fungos e ácaros.

O filtro, aliás, é um dos itens da manutenção preventiva que ajuda os usuários a evitar problemas de saúde. “O filtro de cabine saturado pode obstruir o fluxo da passagem do ar para dentro do veículo e causar o embaçamento dos vidros internos. Além disso, a manutenção ajuda na prevenção de doenças respiratórias e maus odores ocasionados pela proliferação de bactérias e fungos”, analisa Gonçalves.

“Com o intenso uso do ar, o filtro acaba ficando saturado com partículas e micro-organismos, pois a passagem de ar pelo filtro aumenta. Desta forma, é necessário realizar a manutenção para melhorar seu desempenho. O filtro não tem prazo ou quilometragens preestabelecidas para a troca e sua vida útil depende do ambiente onde o motorista trafega. Se ele rodar sempre em vias urbanas, com alto tráfego de caminhões, ou em estradas de terra, o filtro chega a se desgastar em poucos meses. Para circulação em condições normais, o recomendado é que sua troca seja realizada no máximo uma vez ao ano ou a cada 15 mil quilômetros.”

 

Ar-Condicionado-Manutenção-arte

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo