Confira dicas de como usar a web de forma segura

Por Carolina Santos
Guia para proteger o seu filho dos perigos que estão na rede | Alys Tomlinson/ Folhapress Guia para proteger o seu filho dos perigos que estão na rede | Alys Tomlinson/ Folhapress

A maioria dos pais se pergunta até que ponto os filhos podem usar a internet sem riscos. Para ajudá-los, apresentamos aqui quatro casos:
a) o menino de nove anos gosta de postar fotos dele com a família;
b) um de seus amiguinhos configura o perfil, dizendo ser mais velho só para atrair as amigas da irmã, de 14 anos;
c) ela, por sua vez, usa a rede social para marcar encontro com um desconhecido;
d) a amiga dela não quer ir junto e vai deixá-la sozinha.
E perguntamos: quais situações são mais perigosas?

Formuladas com base em resultados da pesquisa TIC Kids Online Brasil, que entrevistou mais de 1500 crianças e jovens em 2012, as histórias acima refletem a realidade vivida em muitas casas do país e são todas de extremo risco.

De acordo com o estudo, 86% dos entrevistados possuem perfil com foto na internet, 23% já usaram a rede para contatar desconhecidos e 22% já passaram por  alguma situação constrangedora por conta da web. Conclusão? “Não são apenas amigos que navegam na internet”, alerta a cartilha da SaferNet Brasil (www.safernet.org.br), que defende os direitos humanos na rede. “Por isso, deve-se ter atenção e cuidado ao navegar.”

 

Mais esperto

Como ninguém sabe ao certo o que fazer, cada família (e escola) opta por um modo de conduta. “E o comportamento deve ser idêntico ao que se assume em sociedade”, recomenda Luciana Allan, do Instituto Crescer. “Se existem direitos e deveres em casa e na escola, também existem na rede”, confirma Juliana Cunha, da SaferNet Brasil.

Ainda que não exista uma ética prontamente instituída sobre a internet, há o bom senso. “Segurança também é tarefa a ser resolvida por pais e professores, que devem orientar bem tanto crianças quanto jovens”, aponta Sonia Bertocchi, do blog Lousa Digital.

O que fazer?

Fique de olho ao tempo que é
gasto no celular, computador e
tablet;

• Sempre vale a
pena repetir
aquele bom discurso sobre os riscos;

• Fotos e documentos compartilhados
não ficam só entre amigos;

• Pais e professores devem assumir
o compromisso
de se informar
sobre assuntos
da rede;

• Computadores
devem ser instalados,
e podem ser vigiados, em lugares de passagem, como a sala;

• Não há filtro capaz de tornar a navegação
na web 100% segura;

• Familiares precisam encontrar tempo
para se dedicar às
atividades com
os filhos.

Educar para crescer logo educação

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo