Vagões antigos levam a destinos do interior paulista

Por Carolina Santos
Composição restaurada,  na ativa desde 2009 | André Porto/ Metro Composição restaurada,
na ativa desde 2009 | André Porto/ Metro

“Os cliques não param, acho que é porque as pessoas me enxergam como parte da atração. Deve ser por causa do uniforme, bem de época”, diz sorridente a figura mais pop do passeio Expresso Turístico. Vitória Dantas é a chefe de carro das viagens de trem que, desde 2009, leva turistas paulistanos, paulistas e até estrangeiros, a desfrutar de roteiros pelo interior da capital. O Metro Jornal teve a oportunidade de participar de um desses passeios, à bordo de uma composição formada por dois carros de aço inoxidável fabricados no Brasil na década de 1960 e tracionados por uma locomotiva a diesel, da CPTM.

O trem sai da Estação da Luz, atualmente com três opções de trajeto: Jundiaí, Mogi Das Cruzes e Paranapiacaba. Os tíquetes, que custam a partir de R$ 34, podem ser adquiridos na própria estação. Embarcamos no trajeto para Jundiaí seguindo pelos mesmos trilhos que serviram para o desenvolvimento do Estado de São Paulo na segunda metade do século 19. As saídas para Jundiaí ocorrem sempre aos sábados, às 8h30, com retorno às 16h30; para Mogi ou Paranapiacaba, aos domingos. Uma hora e meia depois, aportamos ao destino. Foi uma viagem agradável.  Ao contrário do que sugere o nome, o trem segue em velocidade reduzida, a fim de que se possa observar a paisagem com calma. Mas não espere por muito conforto; e, vale a dica: leve água e algo para comer durante esse período, pois não há tais opções à bordo.

 

Roteiro complementar

Como a CPTM apenas leva os passageiros até o destino, é importante comprar uma das opções de roteiro guiado à parte, oferecidos pela Rizzatour, que mantém um balcão ao lado das bilheterias do Expresso. Existem diferentes tipos de roteiro, a preços que variam entre R$ 60 e R$ 105. No Circuito das Frutas, visitamos sítios locais com produção de frutas e conhecemos e degustamos variedades dos vinhos Micheletto, concebidos no Sítio Santa Rita, além de passar por alguns pontos históricos da cidade. Para quem tem pique, outra opção é o Roteiro Ecológico, que inclui trilha em meio à natureza exuberante da Serra do Japi. 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo