Novos nichos podem gerar bons negócios

Por Carolina Santos
Classe C aumenta empreendedorismo no setor de beleza e bem-estar | Rodrigo de Oliveira/Agência Sebrae Classe C aumenta empreendedorismo no setor de beleza e bem-estar | Rodrigo de Oliveira/Agência Sebrae

De um comércio local a uma plataforma on-line para clientes globais, são muitas as oportunidades para empreender. Segundo o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresas), aproximadamente 20 milhões de  brasileiros comandam o próprio negócio, número que deve se elevar com a expansão do empreendedorismo no Brasil.

“O aumento do poder de consumo da classe C tem interferido muito nas oportunidades de negócios. Não só pelo aumento da demanda por serviços que já estão no mercado, mas também por novos serviços desenvolvidos para atender essa clientela”, analisa a gerente da Unidade de Atendimento Individual do Sebrae, Jaqueline Almeida, citando como exemplo setores de beleza, educação, alimentação e turismo. “São atividades que proporcionam uma sensação de bem-estar que essa nova classe, uma vez que foram satisfeitas as suas necessidades essenciais, também busca”, diz ela.

Um outro segmento que se mantém em alta é o setor de franquias. “A taxa de mortalidade das franquias é de apenas 5% e o crescimento médio do faturamento em 2012 foi de 16,25%”, explica a gerente, apontando como vantagens o apoio do franqueador, com o repasse de know-how, acompanhamento e até o apoio na escolha do ponto de venda ideal.

Entre os negócios inovadores, o mercado de games é a bola da vez. “Não existe uma fórmula mágica para criar um novo Angry Bird, mas vemos os games como uma grande tendência de comunicação”, avalia o líder do curso de Game Market da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing), Guilherme Camargo. Para ele, o grande desafio dos empreendedores digitais é unir uma boa ideia com um plano de negócios adequado, capaz de monetizar o produto e atrair pessoas.

Para aqueles que querem empreender, o Sebrae conta com uma rede de mais de 700 pontos de atendimento, um Call Center (0800 570 0800) e um portal (www.sebrae.com.br), com informações sobre cursos, oficinas e consultorias.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo