Casais aproveitam a cumplicidade para a realização de projetos criativos

Por Carolina Santos

É comum, nos relacionamentos, encontrar casais que fazem de tudo para separar o trabalho da vida íntima. E, também, os hobbies pessoais dos do parceiro. A “desculpa” pronta para isso remonta geralmente ao medo de desgastar a convivência. Mas nem sempre é assim. O Metro foi buscar exemplos de casais que, além de fazerem tudo em parceria, encontraram nisso uma fórmula de trabalho criativo, onde um complementa as qualidades do outro. O resultado, nesses casos, pode ser visto nos projetos de sucesso que já conseguiram botar de pé. Conheça essas histórias.

 

Iggor & Laima

Casal de músicos trabalha em parceria desde 2004 | Divulgação Casal de músicos trabalha
em parceria desde 2004 | André Porto/Metro

Quando se conheceram, ele era baterista de uma banda de metal, o Sepultura, e ela, trabalhava na curadoria do MAM. “O Iggor ia muitas vezes lá”, lembra Laima Leyton. Em 2004, formaram a dupla de DJs Mixhell, depois de uma despretensiosa discotecagem como convidados num evento de Dia dos Namorados. “Desde o começo achamos que deveríamos fazer algo juntos, poderia ser um ateliê, um estúdio ou trabalhar no mesmo lugar”, diz Laima. Até aqui, a experiência tem dado muito certo para eles, que acabam de lançar seu primeiro álbum. “Discutir pontos de vista dentro do projeto minimiza a necessidade de discutirmos sobre o relacionamento”, brinca. “Se um está estressado, o problema é dos dois, então nunca tem aquela coisa de descontar o estresse no outro, e, sim, um lance do tipo ‘temos que resolver isso juntos’”. www.mixhell.info

 

 

 

 

Ricardo e Juliana

Inquietude levou namorados a montarem negócio próprio | Divulgação Inquietude levou namorados a montarem negócio próprio | André Porto/Metro

 

Eles trabalhavam e estudavam muito, cada um na sua área. Ricardo Ruffo é administrador, Juliana Proserpio, designer. Enquanto ele fazia dois MBAs, sobre empreendedorismo e inovação, ela buscava um curso que ainda não existia, que abordasse

o “design invisível”, sustentável e inovador. “Só conversávamos sobre esses assuntos”, conta Juliana. “Nos bares, em jantares, em festas e em casa. A saída foi juntar nossas visões complementares e construir algo juntos que desse sentido a nossas vidas”. Assim, nasceram as empresas Design Echos e a Escola de Design Thinking, das quais ambos são sócios e fundadores.

www.designechos.com.br; www.escoladesignthinking.com.br

 

 

 

Felipe e Rita

Donos da produtora Los Bragas acabam de lançar “Latitudes” | Divulgação Donos da produtora Los Bragas acabam de lançar “Latitudes” | André Porto/Metro

A primeira grande realização deste simpático casal de criadores é também o projeto inaugural da produtora que eles abriram há pouco mais de um ano, a Los Bragas. Trata-se da série “Latitudes”. Dirigida por ele e produzida por ela, traz Alice Braga e Daniel de Oliveira como protagonistas, pode ser visto no YouTube e no canal TNT e logo chegará aos cinemas. “O processo todo foi muito orgânico”, comenta Felipe Braga. “Partimos de uma conversa e quando vimos já estávamos até montando uma produtora para fazer acontecer”, diz. “Agora que a estrutura da produtora está montada, a ideia é continuar conjugando nossas ideias”, completa Rita Moraes. Segundo eles, a parceria tem sido frutífera: “Só é preciso tomar cuidado e separar o trabalho da intimidade. Quando o Felipe estava em viagem, a gente dividia o tempo no Skype para ele falar com o nosso filho”, contou. www.losbragas.com.br

 

 

 

 

 

Bob & Bia

Bob & Bia criaram juntos o festival youPIX | André Porto/Metro Bob & Bia criaram juntos o festival youPIX | André Porto/Metro

Bob Wollhein e Bia Granja criaram, em 2006, a revista gratuita PIX, que em 2009 virou o site e festival youPIX, projetos que são hoje referência quando o assunto é internet. Eles começaram a trabalhar juntos e, só depois, veio o namoro. “Pensamos que seria muito injusto um de nós ter que mudar de vida profissional e resolvemos arriscar”, revela Bia. “Chegamos a pensar que talvez valesse a pena separar as coisas, mas resolvemos esperar para ver. Como já faz dez anos, acho que está dando certo”. O toque deles é tomar cuidado com os “monoassuntos”, evitando a saturação. “O risco é alto. Mas o mais legal é poder ter um sonho conjunto que não seja apenas ficar juntos, montar casa, ter filhos ou qualquer coisa pessoal”, afirma. www.youpix.com.br

 

 

 

 

EME & Jaque

Inovação e sexo são temas de trabalho do casal de blogueiros | André Porto/Metro Inovação e sexo são temas de trabalho do casal de blogueiros | André Porto/Metro

O publicitário Eme Viegas e a tradutora Jaqueline Barbosa estão à frente de dois dos blogs mais acessados da internet brasileira, o Hypeness, sobre inovação e criatividade, e o Casal Sem Vergonha, que fala abertamente sobre sexo. No caso deles, o trabalho em parceria veio da insatisfação com suas profissões. “A gente passava muito tempo conversando sobre nossas inquietudes”, relembra Jaque. “Então decidimos criar projetos para preencher as lacunas que enxergávamos no mercado”. Juntos há quatro anos, juram que nunca tiveram problemas em ficar o dia inteiro juntos num home office, mas, às vezes, falta tempo e energia para namorar. “Ou então saímos para jantar e acabamos falando de trabalho”, pondera. O saldo, no fim, é positivo: “O lado bom é que você trabalha com seu parceiro e melhor amigo. É sensacional comemorar vitórias juntos, a satisfação vem dobrada”. www.casalsemvergonha.com.br; www.hypeness.com.br

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo