Como ter mais disciplina: sete dicas para ter resultados constantes

Saiba como organizar sua vida e fazer seu trabalho render todos os dias

Por Vitor Esprega

A disciplina é uma das grandes bases do sucesso profissional e até mesmo pessoal. Quando trabalhamos essa virtude, passamos a colher mais resultados de forma constante, melhoramos a qualidade de nosso trabalho, conquistamos mais reconhecimento e até mesmo nos sentimos mais realizados. Mas, e como ter mais disciplina?

Quando há disciplina, o plantio é contínuo. Quando nos acostumamos a ser consistentes e plantamos sempre sementes saudáveis, colhemos frutos saudáveis também.

Não importa se os resultados virão agora ou mais para frente. Já sabemos que, ao colocar dose extra de ordem e persistência em nossas ações, colheremos essa mesma ordem mais adiante.

Compartilho sete dicas sobre como ter mais disciplina todos os dias e, assim, colher resultados surpreendentes:

1. Pare de se rotular como “não disciplinado”

Disciplina é uma qualidade intrínseca de qualquer ser humano. Ela não é nada mais que ordem. Nós temos ordem em diversas áreas da vida.

Se o seu trabalho está caótico, não significa que você é uma pessoa não disciplinada. Certamente há outros aspectos da sua vida que estão mais ordenados, até porque não é possível existir vida sem um nível mínimo de ordem.

Disciplina, portanto, é aprender a enxergar de maneira ordenada o que precisa ser feito.

Após ter essa visão de ordem, a execução deve seguir o mesmo princípio, focando em cumprir uma tarefa de cada vez dentro daquilo que você se planejou. Saiba que você já é disciplinado em maior ou menor grau. Daqui para frente, é só uma questão de trabalhar essa habilidade.

Da mesma forma que fazemos atividade física para fortalecer um músculo que já existe, exercitamos a ordem para fortalecer a disciplina que já está lá. Quanto mais nos dedicamos a essa prática, mais disciplina construímos.

2. Diga mais NÃO

Um fator importante dentro da disciplina é entender que não necessariamente seremos sempre capazes de fazer tudo. Então aprender a falar “não” é extremamente necessário. Isso significa aprender a se posicionar, dar limite.

Nenhuma outra pessoa tem a obrigação de saber qual é o nosso limite.

Se nós não traçarmos essa linha que define até onde vamos ou queremos ir, as outras pessoas não saberão. É natural, de acordo com o interesse individual de cada um, que as pessoas queiram coisas e resultados que as beneficiem. Se não limitarmos, elas vão querer cada vez mais.

O poder do “não” dentro da disciplina é muito importante. O que eu não vou fazer? O que vou deixar de fazer para focar naquilo que eu quero?

É fundamental refletir sobre isso constantemente e agir de acordo. Caso contrário, a todo o momento teremos tantas coisas a fazer que não daremos conta de realizar o que é prioritário para nós.

3. Organize seus pertences, espaços e coisas materiais

A disciplina existe quando existe respeito à nossa organização, à nossa gestão de tempo (produtividade) e à nossa gestão de energia (efetividade). É a sequência de pequenas coisas ordenadas.

A organização vem em primeiro lugar, pois está conectada a dar valor a pequenas coisas e ter respeito por aquilo que se tem.

Fica muito difícil sermos disciplinados quando nosso espaço de trabalho está um caos, quando nossa casa está toda bagunçada, quando nossos pertences estão jogados por aí ou quando não sabemos onde estão nossos materiais e equipamentos.

Essa organização básica parece simples e, de fato, é. Porém, ela faz uma enorme diferença na nossa capacidade de manter a clareza mental e exercitar a disciplina. Quando partimos de uma ordem em relação às coisas mais básicas, torna-se mais fácil organizar nossas ideias, tarefas e projetos mais complexos.

4. Organize seu tempo

Gestão de tempo está ligada à produtividade e significa ter respeito por aquilo que se faz. Saber o que fazer e fazer isso de maneira correta.

No dia a dia, fazemos escolhas baseados em muitos fatores. Às vezes, cumprimos algo por pressão social, porque achamos que temos de fazer ou porque alguém pediu.

Respeitar seu tempo tem a ver com valorizar aquilo que realmente é fundamental.

Sempre que sabemos o que deve ou não ser feito, sentimos isso, pois o que não deve ser feito incomoda e o que deve ser feito, flui.

Uma forma de descobrir é reparar nas coisas que sugam nossa energia no dia a dia e, muitas vezes, não percebemos. Geralmente, essas coisas são inúteis e, ao mesmo tempo, não fazem vibrar o nosso coração, não trazem nenhum retorno.

Por exemplo: será que toda vez que me chamam no WhatsApp preciso responder? Será que preciso acessar o dia todo minha caixa de entrada e responder aos e-mails? Ou seja, podemos observar de maneira prática o que fazemos hoje, se suga energia e se o que fazemos é necessário. Se não for, podemos descartar.

Por isso, gestão do tempo é a administração efetiva do nosso tempo e da nossa energia vital. Não desperdiçar tempo com o que não agrega em nada. Saber dar o “não”, o limite para ter disciplina.

Para administrar o tempo, devemos ter clareza do direcionamento e ser hábeis na execução do caminho até a meta.

5. Respeite sua própria energia

Gestão de energia é efetividade. Efetividade é ter visão do que traz resultado, sendo que:

Efetividade = eficiência + eficácia

Eficiência

Tem origem no termo latim efficientia e refere-se à capacidade e dispor de alguém ou de algo para conseguir um efeito determinado. É o uso racional dos recursos e dos meios para chegar a um objetivo previamente determinado, para alcançar um resultado.

“Eficiência consiste em fazer certas as coisas; realizar as operações com menos recursos (menos tempo, menos pessoas, menor orçamento, menos matéria prima)” – Peter Drucker, cientista econômico considerado pai da administração moderna.

Somos eficientes quando observamos que estamos usando nossa energia da melhor maneira possível no dia a dia. Conseguimos otimizar? Usar menos tempo, menos energia ou fazer com menos pessoas envolvidas? As respostas para essas perguntas nos fazem desenvolver eficiência, aproveitando melhor os recursos disponíveis.

Eficácia

Vem do latim efficacia e é a capacidade de alcançar o efeito esperado ou desejado através da reação de uma ação. O conceito de eficácia surge quando há divisão de tarefas entre pessoas. Tem a ver com usar a visão do contexto todo para ver se eu e as demais pessoas estamos adequadas às coisas que o contexto pede.

Eficácia consiste em fazer as coisas certas. Ou seja, fazer aquilo que realmente deve ser feito. Afinal, não adianta fazer de maneira perfeita aquilo que nem deveria ser realizado em primeIro lugar.

Geralmente, a eficácia está ligada ao gerencial, a gerenciar melhor as pessoas que fazem determinadas tarefas.

Então, disciplina não é fazermos algo da mesma forma do início ao fim somente para manter uma constância. É observar o que faz sentido no momento, se cabe no tempo do dia a dia. Se couber, fazer. E se não couber e vermos importância, então fazer caber. Se não tiver importância, descartar. Dar prioridade para a vida fluir!

6. Observe os sabotadores de produtividade

Em nosso dia a dia, temos diversos sabotadores que drenam nossa energia e nosso tempo. Alguns deles estão ligados às tecnologias que utilizamos ou até mesmo a algumas atividades rotineiras de trabalho, como as reuniões.

A seguir, veja os principais vícios que prejudicam nossa disciplina no cotidiano:

E-mail

  • vício em ver a caixa de entrada vazia;
  • vício em saber se alguma resposta chegou;
  • vício em enviar e-mail para assuntos que não devem ser resolvidos por e-mail;
  • vício em copiar pessoas que não estão na esfera de influência do assunto;
  • vício em acessar o e-mail.

Whatsapp e outros aplicativos de mensagens

  • vício em olhar para a tela do celular;
  • vício em olhar os chats;
  • vício em ver quem mandou mensagem;
  • vício em pensar que está perdendo alguma informação importante.

Redes Sociais

  • vício em saber o que os outros estão fazendo;
  • vício em procrastinar;
  • vício em preencher a mente com inutilidades.

Reuniões inefetivas

  • vício em fazer reuniões “espontâneas”;
  • vício em falar de assuntos pessoais em reuniões;
  • vício de chamar quem não precisa estar presente;
  • vício em gastar muito tempo em muitos assuntos sem direção clara;
  • vício em fugir de reuniões por achar que vão ser inefetivas.

7. Pare de se iludir com multitarefa

É muito melhor fazer uma coisa por vez e com qualidade do que infinitas coisas sem qualidade.
Multifoco ou multitasking (multitarefa) são ilusões de produtividade. Pensamos que fazer muitas coisas ao mesmo tempo nos poupa tempo, quando, na verdade, nos suga mais energia.

Quando pulamos de uma tarefa para outra, gastamos energia tanto para nos conectarmos com as novas tarefas quanto para voltar às anteriores. Esse período de adaptação gera perda de energia e de tempo.

Nem sempre percebemos essas limitações, mas o fato é que tentar realizar várias coisas ao mesmo tempo nos impede de entrar em um estado verdadeiro de concentração. Ou seja, bloqueia o desenvolvimento da nossa disciplina.

“Aqueles que tentam fazer várias coisas ao mesmo tempo só deixam um rastro de confusão atrás de si. As pessoas efetivas sabem identificar seus pontos fortes (entre 1 a 3) e os exploram. Além disso, elas aprendem a negar todos os outros pontos que lhes fazem desviar a atenção daquilo que é importante.”

A frase acima, de Peter Drucker, nos mostra não apenas a função do foco, mas também nos lembra da importância de dizer “não”. Quanto mais clareza temos daquilo em que somos bons e do que é fundamental para os resultados que queremos, menos nos perdemos em tarefas inúteis.

DICA

Como podemos perceber, a disciplina é uma qualidade que deve ser desenvolvida dia após dia. Então, já pensou ter um livro que te ajuda a construir disciplina e ordem na sua vida 365 dias por ano?

Esse é o objetivo do livro-agenda 365 Autodesafios. Nele, você terá acesso a uma lista de ações simples e diárias que vão te apoiar no desenvolvimento pessoal todos os dias do ano. E o melhor: você pode começar a qualquer momento!

Clique para conhecer em detalhes o livro-agenda 365 Autodesafios.

 

+ Tudo que você quer saber sobre signos: características, elementos e mais.

+ Veja quais são as previsões para os signos em 2020 e como aproveitar as oportunidades.

+ Veja previsões da astrologia para o amor em 2020.

+ Veja quais são as previsões da Numerologia para 2020 segundo o número do seu ano pessoal.

Vitor Esprega

Mentor de Alta Performance. Pós-graduado em Psicologia Positiva e Coaching, é escritor há 10 anos e tem 3 livros lançados, além de mais de 350 artigos publicados

[email protected]

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo