Alquimia para trabalhar dores e transformação da consciência

Conheça sete as etapas relacionadas aos nossos processos emocionais e psicológicos

Por Clarissa De Franco

A Alquimia é um saber antigo que pode ser considerado antecessor da Química Moderna. Também podemos observar sua ligação com o campo da Saúde Holística, em especial que lida com essências, como Florais e outras. Basicamente, a narrativa que temos hoje sobre a Alquimia Medieval é baseada:

  • na transmutação dos metais inferiores em ouro;
  • na busca pelo elixir da vida (um remédio que tudo cura e que teria o poder de prolongar a vida);
  • e pela descoberta da Pedra Filosofal (substância mística, com poderes mágicos, que seria a peça fundamental para propiciar a longa vida e apoiar todas as transformações alquímicas).

Essas são narrativas que condensam o imaginário sobre esse saber iniciático e que trazem elementos para uma leitura não literal da Alquimia: a transformação da consciência. Para desenvolver essa leitura, trazemos as etapas principais do processo alquímico.

As diferentes compreensões do processo de Alquimia

Alguns estudos demarcam quatro grandes etapas, que seriam:
1) Nigredo – chamada de Operação Negra, de putrefação, que chega ao Mercúrio;
2) Albedo – chamada de Operação Branca, de purificação;
3) Citrinitas – chamada de Operação Amarela, que se refere à conversão da prata em outro, ou o despertar da matéria;
4) e Rubedo – chamada de Operação Vermelha, que está ligada à finalização da transformação, também reconhecida como casamento alquímico.

Outros estudos apontam 12 etapas alquímicas, correspondentes aos signos zodiacais, já que a Astrologia é um conhecimento que faz também parte do Hermetismo, base filosófica da Alquimia.

Neste artigo, vou trabalhar com os sete principais processos da Alquimia, que detalham ainda mais as etapas citadas acima e constituem-se em processos terapêuticos completos de transformação de consciência. Há divergências entre linhas de estudos alquímicos, sendo que algumas consideram outros processos e outra ordem, diferente da que está descrita nesse artigo. O que importa nessa comunicação, independente das divergências sobre as etapas, é estabelecermos associações entre os processos e imagens alquímicas e os processos emocionais e psicológicos.

Alquimia em sete passos para trabalhar o emocional e o psicológico

Etapa 1: Calcinação

O que é: a Calcinação refere-se ao processo de submeter uma substância sólida (em formato de pedra, por exemplo) ao calor extremo. Esse processo leva, em última instância, às cinzas.

Representação psicológica: quando um paciente chega cheio de emoções duras e empedradas, como raiva e emaranhados psicológicos, precisamos modificar sua identificação com os aspectos egoicos. Esses aspectos seriam identificados como estados narcísicos, ligados à arrogância, orgulho, inveja, rancor. Cada um desses estados impede a pessoa de sair daquela condição. É preciso queimar os apegos do ego que impedem o desenvolvimento e reduzi-los às cinzas.

Etapa 2: Dissolução

O que é: a Dissolução é um processo de solvência. As cinzas são lançadas à água, de modo a misturar-se e re
compor-se em outro estado.

Representação psicológica: representa imersão na parte inconsciente, emocional, trazendo conteúdos e energias que estavam bloqueados, endurecidos, retidos e rejeitados pela identificação egoica. A Dissolução traz um fluxo emocional que faz movimentar internamente o que estava parado.

Etapa 3: Sublimação

O que é: consiste em converter uma substância ao estado gasoso. Os gases recordam o ar, elemento associado ao mental.

Representação Psicológica: a Sublimação é um processo que envolve reflexões e questionamentos, após os estágios anteriores ligados a destruir o que está empedrado e estabelecer um novo fluxo emocional. Nesse momento, a terapia deve fazer perguntas e abrir o campo da consciência para novas formulações e a possibilidade de contato com aspectos sombrios pela vida da análise e do pensamento. Em alguns estudos, as etapas 2 e 3 estão apresentadas em ordem inversa aqui citada.

Etapa 4: Putrefação / Fermentação


O que é:
a Putrefação é um processo de decomposição e também de fermentação, como o que ocorre com o vinho e outras bebidas fermentadas, ou com o fermento biológico usado na cozinha.

Representação psicológica: Psicologicamente, representa um processo de deixar morrer representações, memórias e crenças que não servem mais ao momento, e ao mesmo tempo, propiciar o crescimento de novas perspectivas, após o reconhecimento das mortes simbólicas.

Etapa 5: Destilação / Separação


O que é:
nessa etapa, o objetivo é a purificação. Para tal, realiza-se a separação e o isolamento de elementos, de modo que permaneça no final uma substância livre de impurezas.

Representação psicológica: aqui trabalhamos a perspectiva de fazer escolhas. Após a etapa de Putrefação, em que se deve deixar morrer o que não serve mais, existe a necessidade de recolher o que ficou e identificar o que serve, como serve, para que serve. O processo de Destilação é meticuloso, detalhista e deve envolver participação ativa do mental e da consciência na perspectiva de fazer escolhas e definições, lembrando que as escolhas envolvem renúncias e separações.

Etapa 6: Coagulação


O que é
: A Coagulação é uma das etapas finais, considerada, inclusive, a final em alguns estudos.

Representação psicológica: Coagular significa concretizar, fechar feridas, cicatrizar, fazer uma condensação de processos. Pensemos na metáfora da coagulação do sangue. Pessoas que não coagulam podem ter hemorragia, não sendo capazes de manter o sangue no corpo, caso haja feridas abertas. A coagulação envolve essa capacidade de sintetizar e fechar os processos.

Etapa 7: Tintura / União


O que é
: a Tintura é um processo alquímico que envolve a constituição do elixir, do remédio, da substância de cura. Tintura carrega a essência de uma substância e tem a marca desta. Dizemos: “Tintura de Própolis”, referindo-nos à essência contida naquela substância.

Representação psicológica: nesse sentido, um estado psicológico é consolidado, construído, tingido e batizado. Um estado que traz um sentido existencial maior, que reflete a transformação da consciência ocorrida até ali.

Utilizando a Alquimia como metáfora para os processos emocionais e psicológicos, podemos buscar identificar em que etapa estamos relativas às nossas dores, crises e questões. Pode apoiar um caminho de transformação e consciência!

 

+ Tudo que você quer saber sobre signos: características, elementos e mais.

+ Confira o Calendário Lunar 2020 para se observar ao decorrer do ano.

+ Leia o seu Horóscopo do dia personalizado com base em todo o seu Mapa Astral.

+ Veja o significado do seu signo com o seu ascendente no seu Mapa Astral Grátis.

 

Clarissa De Franco

Clarissa De Franco é psicóloga, com Doutorado em Ciência das religiões e Pós-Doutorado em Estudos de Gênero. Atua com Direitos Humanos, Gênero e Religião, além de ser terapeuta, taróloga, astróloga e analista de sonhos.

[email protected]

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo