Carta de perdão e reconhecimento à mãe

E você, o que gostaria de dizer a sua mãe hoje? Leia um relato transparente e amoroso, e se inspire neste Dia das Mães

Por Natália Torchio

Mãe, percebo que muitas vezes eu te coloquei como autora de algumas lembranças de dor na minha vida em vez de perceber que, sem você, eu não estaria aqui.

Eu não tinha a sabedoria que eu tenho hoje de perceber que você é a mãe certa para mim, que fez dentro das suas capacidades e consciência sempre o melhor. Se deixou de fazer algo por mim, era porque aquilo era tudo que você tinha de capacidade de oferecer e não por falta de amor. Hoje eu enxergo isto e agradeço a vida que você me deu junto do meu pai.

Acredito que pela admiração que tenho por você, te coloquei num pedestal da mulher perfeita, te implorando para que você não errasse comigo, mas isto é impossível a qualquer ser humano.

Você, assim como eu, tem medos, dores, inseguranças. Acho que me esqueci disto enquanto te cobrava mais amor.

Hoje eu reconheço a mulher comum que você é, que faz o seu melhor a cada dia, dentro das suas possibilidades. E sei que existe uma pressão da sociedade para que as mães sejam capazes de dar conta da família, do trabalho, de toda a vida, sem erro. Isto se torna muito pesado, especialmente para nós mulheres.

Eu hoje reconheço isto e não quero perpetuar este padrão.

Desejo para mim, para as minhas antepassadas e para as minhas sucessoras a tranquilidade de coração de fazer o seu melhor sendo comum. Sendo uma mulher de carne e osso, com tudo o que isto significa.

Perdão se eu feri seus sentimentos com esta cobrança, perdão se eu não pude ser parecida com você em coisas que você talvez também tenha idealizado quando estava grávida de mim, perdão por não ter te honrado quando você merecia e por ter te honrado quando isto me trouxe dores. Eu não quero me justificar nem te justificar.

Eu sinto muito, me perdoo, eu te amo e sou grata.

“Querida mamãe, eu tomo a vida de você, tudo, a totalidade, com tudo o que ela envolve, e pelo preço total que custou a você e que custa a mim. Vou fazer algo dela, para a sua alegria. Que não tenha sido em vão! Eu a mantenho e honro e a transmitirei, se me for permitido, como você fez. Eu tomo você como minha mãe e você pode ter-me como sua filha. Você é a mãe certa para mim e eu a filha certa para você. Você é a grande, eu sou a pequena. Você dá, eu tomo — querida mamãe. E me alegro porque você tomou meu pai. Vocês dois são os certos para mim. Só vocês!” (Bert Hellinger, A Cura)

Te amo. Feliz dia das mães a você!

+ Você nasceu no primeiro ou no último dia de um signo? Entenda melhor as datas dos signos.

+ Descubra gratuitamente qual é o seu signo ascendente.

+ Jogue o Tarot do Amor e descubra os aspectos positivos, melhores ações e um conselho final para a sua vida amorosa.

+ Descubra o significado da combinação do seu signo com o seu ascendente no seu Mapa Astral Grátis.

Natália Torchio

Terapeuta holística. Atua com constelação Familiar, Thetahealing, Terapia Floral e Reiki presencialmente em Pinheiros, São Paulo, e online, via Skype. Em parceria com outra terapeuta ministra vivências de cura em grupo utilizando a técnica havaiana do Ho’oponopono.

[email protected]


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo