É possível transformar o sentimento de culpa?

Autorresponsabilidade é um dos caminhos para transformar a dor da culpa. É o que vamos ver no último episódio da websérie ‘Respira’

Por Regina Restelli

Culpa. Como uma palavra tão pequena tem o poder de gerar tantas emoções? O sentimento de culpa pode abranger qualquer área da vida. Você se sente culpado(a) com frequência? É importante entender esse sentimento para que possamos buscar soluções e maneiras positivas de superá-lo.

No último episódio da websérie “Respira”, respondemos a questão da Cris R., sobre como lidar com a culpa: “Tenho 2 filhos e sinto muita culpa, pois optei por cuidar deles e estar mais presente em detrimento de uma formação acadêmica. Sinto que lhes ofereço pouca coisa por conta disso. Como lidar com essa culpa?”. Assista ao episódio completo no vídeo abaixo:

Para diminuir o peso da culpa, primeiro precisamos ter a consciência de que é impossível fazer tudo certo. Acertar completamente, do jeito que a gente acha que precisa acertar, é impossível. Fundamental é você ter a consciência das suas intenções e se apropriar disso. Afinal, como o outro vai receber independe de nós.

No caso da maternidade, por exemplo, mesmo que você tenha a melhor das intenções, a criança registra o que é passado a ela da forma que consegue no momento. Cada um assimila as situações com sua própria limitação emocional.

Se você não acha que fez o que foi possível, comece a fazer agora. Ainda assim, se não der, quando os filhos forem adultos eles têm a tendência de resolver o problema. Sempre dê o seu melhor agora.

Culpa x autorresponsabilidade

Passamos boa parte dessa nossa primeira temporada do “Respira falando de autorresponsabilidade porque eu vejo que isso funciona. É importante diferenciar culpa de autorresponsabilidade. A culpa é algo que estamos inventando na nossa cabeça e nos leva quase sempre a uma situação vitimizada. Já a autorresponsabilidade é quando você assume os seus atos, sejam eles certos ou errados.

Possuidor da sua sinceridade, podemos de forma equilibrada e com as emoções amadurecidas, consertar ou fazer um presente melhor.  

Caso você tenha deixado de fazer algo e esteja se sentindo culpado(a) por isso, compreenda que esta situação já foi feita e está no passado. Olhe para a questão, faça as suas reflexões e se aproprie dos aprendizados. De agora em diante você terá autorresponsabilidade com a maneira que irá agir que inevitavelmente produzirá o que estará à sua volta.

Perceba que o que está falando dentro de você e gerando culpa é um pensamento. É uma ideia que está na sua mente, e não a realidade que você está vivendo.

Respira, no Youtube

Como você está se sentindo? Tem alguma questão que não te agrada ou alguma situação que você não consegue resolver? Fique à vontade para fazer suas perguntas nos comentários do episódio. O Respira é uma troca nossa, para gerar reflexões que possam melhorar o seu dia a dia.

Assista a todos os episódios no canal do Personare no Youtube, onde abordamos questões emocionais e espirituais do público. Até a próxima temporada!

Foto: Unsplash

+ Quer entender melhor sua personalidade? Leia no seu Mapa Astral o significado da combinação do seu signo com o seu ascendente. 

+ Aspectos positivos, melhores ações e um conselho final. Leia previsões para sua vida amorosa com o Tarot do Amor.

+ Signos positivos e negativos não são signos "bons" e "ruins", entenda o significado das polaridades dos signos.

+ Seu relacionamento vai dar certo? A numerologia pode te ajudar a descobrir.

Regina Restelli

Criadora da Terapia dos Chakras, que promove autoconhecimento e expansão da consciência amorosa. Suas consultas limpam as crenças no campo energético, trazendo bem-estar e energia para autotransformação.

[email protected]

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo