Rejeição: como superar este sentimento?

11º episódio da websérie ‘Respira’ mostra como olhar para dentro pode gerar empatia e ajudar a lidar com esse sentimento

Por Regina Restelli

Como você lida com a rejeição? Resgate na memória a última vez que você sentiu-se rejeitado(a). O sentimento que vem é ruim, difícil de lidar, não é mesmo? Afinal, ninguém gosta de se sentir assim. Nós não temos como controlar se vamos ou não ser alvos desse sentimento. Entretanto, existe algo que está em nossas mãos: a forma como recebemos e sentimos a rejeição.

No episódio do “Respira” dessa semana, respondemos a questão de Fábio R., sobre como lidar quando somos alvo da rejeição de outras pessoas: “O que fazer quando sentimos rejeição de pessoas queridas? O que pode estar ocasionando isso nelas?”. Assista ao episódio completo no vídeo abaixo:

De onde vem a rejeição?

Desde pequenos, buscamos ser aceitos dentro de um determinado grupo social, é da natureza do ser humano. Nosso inconsciente conhece o sentimento de rejeição desde que nascemos. Quando você é bebê e a mãe se afasta – mesmo que seja para pegar o seu alimento – já fica internalizado um sentimento de rejeição.

Imagina, então, quantas histórias vão sendo registradas no decorrer da vida que trazem, de alguma forma, esse sentimento. Porém, para transformar a forma como lidamos com ele, precisamos, primeiro, compreender que:

O problema de estar sentindo a rejeição é nosso.

Se tantas vezes é difícil avaliar o que acontece com a gente, como podemos querer fazer isso com o outro? Tudo o que julgamos do outro ou pensamos em relação a ele é uma história que criamos em nossa mente baseado sempre em questões próprias. É o nosso olhar, então, que pode mudar tudo.

Que tal tentarmos ver por outro ângulo? Precisamos entender a forma que nós mesmos criamos a rejeição, tanto nossa, quanto a que vem de outras pessoas.

Medo da rejeição

Estamos sempre atrás de nos sentirmos amados. Quantas vezes já fizemos algo com a finalidade, mesmo que inconsciente, de conseguir a aceitação? O medo causa rejeição.  Quando achamos que alguém pode nos causar uma dor emocional muito profunda, tendemos a nos armar. Isso já é um comportamento de rejeição. Se criamos a resistência/rejeição, a colheremos com certeza, mesmo que seja em outra situação

Tente observar se o medo não está trazendo esse sentimento para a sua vida. Isso vai te levar a possibilidade da autorresponsabilidade. E é com ela que você terá a oportunidade de mudar a forma de lidar com a rejeição.

Rejeitar x ser rejeitado(a)

É muito mais fácil identificar quando somos rejeitados. Mas você já parou para pensar que talvez você esteja rejeitando mais do que tem sido rejeitado(a)? Olhe com honestidade. É bem comum isso, mas muito difícil de se encarar. Tenha coragem. Quando conseguir identificar, você vai integrar a questão, permitindo que ela se desfaça. 

A partir desse momento, você consegue praticar a empatia. Compreende, assim, por que o outro rejeitou e passa a agir diferente, de forma mais amorosa e delicada. O outro acaba sempre sendo uma oportunidade de percebermos o que estamos plantando e colhendo. Olhar para dentro é o caminho para mudar tudo o que nos faz mal. 

Como você está se sentindo? Tem alguma questão que não te agrada ou alguma situação que você não consegue resolver? Fique à vontade para fazer suas perguntas nos comentários do episódio. O Respira é uma troca nossa, para gerar reflexões que possam melhorar o seu dia a dia.

Se inscreva no canal do Personare no Youtube para acompanhar a websérie. Até lá e não se esqueça: Respira!

+ Quer entender melhor sua personalidade? Leia no seu Mapa Astral o significado da combinação do seu signo com o seu ascendente. 

+ Veja as tendências para a sua vida amorosa com o Tarot do Amor.

+ Yoga para iniciantes: veja como começar a praticar.

+ Tempo de aprendizados, perdas e ganhos: entenda os significados do outono.

Regina Restelli

Criadora da Terapia dos Chakras, que promove autoconhecimento e expansão da consciência amorosa. Suas consultas limpam as crenças no campo energético, trazendo bem-estar e energia para autotransformação.

[email protected]

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo