As cores dos chakras e o equilíbrio com a Cromoterapia

Aprenda um exercício de visualização com a cor referente à cada centro de energia

Por Solange Lima

Você sabe o que são chakras? A palavra chakra (ou tchakra, em sânscrito) significa roda. Elas são centros energéticos localizados na coluna vertebral. A função dos chakras é canalizar energias vitais e equilibrar os corpos físico, mental e espiritual. E a Cromoterapia pode auxiliá-lo com esse processo. Entenda mais neste artigo e conheça quais são as cores dos chakras?

Cada chakra tem a energia de uma cor que é conduzida para o organismo por meio dos meridianos. Essa energia – que é percorrida em ondulações e não em linha reta como as ondas de luz – tem seu movimento no sentido horário e a rotação depende da evolução de cada pessoa. Quanto mais lento os movimentos, mais densa a massa e a evolução da pessoa.

Temos sete chakras principais que estão relacionados as sete cores utilizadas na cromoterapia. A cor relacionada a cada um dos chakras é a que domina, porém, qualquer chakra pode absorver qualquer cor, dependendo do estado emocional ou sua necessidade específica naquele momento.

As cores dos chakras

Primeiro chakra: BÁSICO – MULADHARA

O chakra básico está localizado no final da coluna vertebral. A glândula é a suprarenal, que rege a própria coluna vertebral e os rins. Sua cor é a vermelha, intensa e estimulante, que nos ajuda a ter mais motivação e combater o desânimo. Ele traz vitalidade, energia e coragem para seguir em frente.

Quando esse chakra em desequilíbrio, surgem medos, inseguranças e falta de energia para concretizar seus objetivos.

Exercício para equilibrar este chakra com a cromoterapia:

  • Feche seus olhos, faça algumas respirações e imagine a cor vermelha na região e repita: LAM, LAM, LAM. O objetivo é que energias como medo, insegurança e instabilidades emocionais sejam dissolvidas.

Segundo Chakra : UMBILICAL – SWADHISTANA

O chakra umbilical está localizado na pélvis, relacionado com as gônadas, glândulas reprodutoras. Ele é  responsável pelo sistema reprodutor. Sua cor é a laranja que energiza, restaura e regenera.

É a cor da coragem, da força e determinação. Quando ele está desequilibrado gera dificuldades sexuais, confusões enfrentar desafios e na vontade de viver em diferentes áreas da vida.

Exercício para equilibrar esse chakra com a cromoterapia:

  • Feche seus olhos, faça algumas respirações e imagine a cor laranja na região e repita: VAM, VAM, VAM.
  • Imagine seus órgãos reprodutores energizados com essa cor, limpando todas as emoções que possam estar refletindo sensações de raiva, irritabilidade e insegurança.

Terceiro Chakra : Plexo Solar  – MANIPURA

Esse chakra rege o pâncreas, uma glândula tem a função tanto exócrina como endócrina. A maior parte da glândula secreta o suco pancreático, cujas enzimas ajudam na digestão das proteínas, carboidratos e gorduras.

Sua cor é a amarela, que  atua na mente, ajuda no raciocínio e na criatividade. Quando está em desequilíbrio, gera medos em geral, dificuldade de expressar a autoconfiança e a criatividade. O indivíduo também pode apresentar uma certa incapacidade para estabelecer uma sintonia com as pessoas, carência e baixa autoestima.

Exercício para equilibrar esse chakra com a cromoterapia:

  • Feche seus olhos, faça algumas respirações e imagine a cor amarela na região e repita: RAM, RAM, RAM;
  • Imagine seu pâncreas, estômago, fígado, vesícula biliar, todos os órgãos dos aparelho digestivo e seu sistema nervoso energizados pela cor amarela, limpando todos os atritos e conflitos de relacionamentos, angústias, ansiedades, controle e dominação.

Quarto Chakra: CARDÍACO – ANAHATA

O chakra cardíaco está ligado a glândula Timo, responsável pelo sistema imunológico.

A cor  verde que equilibra, tranquiliza e acalma esse chakra. O verde é cor da cura das emoções e tem a capacidade de melhorar qualquer condição física negativa.

Quando em desequilíbrio, apresenta traumas ligados a relacionamentos afetivos, que prejudica a autoestima. Sensações como angústias e problemas de relacionamento podem ocorrer.

Exercício para equilibrar esse chakra com a cromoterapia:

  • Feche seus olhos, faça algumas respirações e imagine a cor verde na região e repita: YAM, YAM, YAM;
  • Imagine seu sistema circulatório, seu coração, sangue, sistema imunológico energizados pela cor verde, limpando todos os sofrimentos, tristezas, traumas e angústias.

Quinto  Chakra: LARÍNGEO –  VISHUDDHA

Esse chakra se comunica com a glândula tireóide, que está relacionado à nossa capacidade de comunicação e expressão. A cor azul traz paciência e serenidade, ajuda a tranquilizar o corpo e a mente. Ela é indicada para casos de insônia e estresse.

Quando em desequilíbrio, esse chakra  gera insegurança, indecisões, dúvidas e desânimo.

Exercício para equilibrar esse chakra com a cromoterapia:

  • Feche seus olhos, faça algumas respirações e imagine a cor azul na região e repita: HAM, HAM, HAM;
  • imagine os pulmões, brônquios, garganta, tireóide energizados na cor azul, limpando todos as inseguranças,dúvidas, a timidez e o desânimo.

Sexto Chakra – FRONTAL –  AJNA

Esse chakra governa a glândula pituitária que está localizada no centro do cérebro entre os dois hemisférios. Ele responsável por regular as atividades intelectuais, como também é o ponto de abertura da visão interior, da intuição.

A cor é o índigo que ajuda a equilibrar as energias e trabalha a intuição, além de contribuir para a limpeza e purificação de ambientes.

Quando em desequilíbrio, provoca desinteresse pelo presente e medo do futuro. É comum que surjam ideias e conceitos confusos ( geralmente negativos), que podem criar obsessão mental, perturbação psíquica, problemas de memória, e alucinações.

Exercício para equilibrar esse chakra com a cromoterapia:

  • Feche seus olhos, faça algumas respirações e imagine a cor azul índigo na região e repita: OM, OM, OM;
  • Imagine seus ouvidos, nariz, maxilar, cérebro energizados por essa cor, que limpa todos os preconceitos, críticas, julgamentos, obsessões e perturbações.

Sétimo Chakra: CORONÁRIO – SAHASRARA

Esse chakra encontra-se localizado no topo da cabeça e é relacionado com a glândula pineal. A cor é a violeta, muito espiritual e mística, que ajuda nos  desequilíbrios emocionais e na falta de fé.

Quando esse chakra está em desequilíbrio, a pessoa fica fora de sintonia com a espiritualidade, que pode gerar uma depressão por falta de propósito e significado na vida.

Exercício para equilibrar esse chakra com a cromoterapia:

  • Feche seus olhos, faça algumas respirações e imagine a cor violeta na região e repita: AUM, AUM, AUM;
  • Imagine seu sistema imunológico (baço), olhos, ouvidos e sistema endócrino energizados por essa cor, que limpa todos os apegos, possessividade e aprisionamentos físicos, mentais e emocionais.

Acesse e entenda mais sobre cromoterapia

Se durante a leitura deste artigo, você se identificou com alguma questão relacionada aos desequilíbrio dos chakras, não deixe de buscar ajuda profissional.

Trabalhar com a energização dos chakras te auxiliará a trazer o equilíbrio, se conectar com você mesmo(a) e entender seus processos. Nem sempre é fácil resolver todas essas questões sozinho(a), muitas vezes um terapeuta pode fazer toda diferença nessa busca.

Foto: Bigstock/Amaviel

 

+ Quer entender melhor sua personalidade? Leia no seu Mapa Astral o significado da combinação do seu signo com o seu ascendente. 

+ Veja as tendências para a sua vida amorosa com o Tarot do Amor.

+ Yoga para iniciantes: veja como começar a praticar.

+ Tempo de aprendizados, perdas e ganhos: entenda os significados do outono.

Solange Lima

Terapeuta holística e numeróloga. Utiliza técnicas como Florais, Aromaterapia, Cromoterapia, Shiatsu, Reflexologia e Reiki. Realiza atendimentos em São Paulo.

[email protected]

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo