Sol em Áries: Ano Novo astrológico 2019 começa em 20 de março

Lazer e liberdade em contraste com tarefas e trabalho. Nas relações, desejo de espaço

Por Vanessa Tuleski

O Ano Novo Astrológico 2019 começa no dia 20 de março, às 18h59, quando o Sol ingressa em Áries. É calculado o Mapa Astral para este momento, tendo como local a capital do país. Esse mapa vai contar sobre os rumos da nação por um ano, bem como as tendências coletivas para os brasileiros, que de uma maneira ou de outra vão sentir os efeitos deste Mapa Astral em suas vidas. Para fazer uma comparação com 2018, você pode ler o artigo sobre o ingresso do Sol em Áries e conferir o que se passou no ano anterior.  

Pontos fortes do Ano Novo astrológico 2019: vida social e autoexpressão

Estar mais leve, bonito, charmoso é um dos pontos fortes, com o Ascendente em Libra no Mapa de Ingresso do Sol em Áries. Este é um ano de parcerias, associações, trocas. Ou seja, de não ficar sozinho. O regente de Libra, Vênus, está em Aquário, outro signo sociável do elemento Ar. Assim, as amizades e grupos (Aquário) vão ser muito valorizados.

Outro ponto a se considerar é a capacidade e necessidade de se divertir, brincar e se expressar, com Vênus na Casa 5, do lazer e hobbies.

As pessoas também tendem a estar mais interessadas em romance e amor, tema de Libra e desta Casa, mas no último tópico do artigo você vai entender melhor como vai funcionar este âmbito.

Um outro ponto é que esta é a Casa dos filhos, então mais mulheres vão pensar em engravidar. Porém, se esta não é a intenção, todo cuidado é pouco para evitar uma gravidez indesejada. E, para quem já tem filhos, é tempo de curti-los de uma forma aquariana, ou seja, estimulando-os intelectual, social e culturalmente. Dando espaço para que tenham liberdade e aprendam a usá-la.

Um outro ponto é que o ano de 2019 é propício para a renovação de estilo, de corte de cabelo, guarda-roupa e se mostrar mais. Tempo de colocar para fora talentos, habilidade, personalidade e criatividade. Inclusive, Aquário também favorece se assumir como diferente do padrão, se este for o caso.

Atenção para reformas ou assuntos familiares

Saturno e Plutão ocupam a Casa 4, que rege residência, família, vida particular. Isto pode indicar muito trabalho a ser feito nestes assuntos, e que cada um vai vivenciar de um jeito diferente. Alguns vão reformar imóveis, enquanto outros vão lidar com pendências imobiliárias e familiares. Ou, ainda, precisar dar mais atenção a idosos.

Também é possível a finalização de questões referentes a estes assuntos, como a venda de um imóvel herdado, partilhado entre a família. De toda forma, não se espere rapidez nestas questões. Mas em muitos casos vai valer a pena o trabalho para resolver assuntos importantes, que podem inclusive gerar algum rendimento.

Como esta Casa se refere a questões emocionais, o ano não exclui momento de crises e seriedade ligado a processos emocionais, familiares e/ou de finalização.

No Brasil, muitas reformas e mudanças que vão mexer com as bases (Casa 4) do país, de uma forma nem sempre fácil.

Marte, colocado na Casa 8, reitera muito do que foi dito acima, com a vantagem que, uma vez que tomadas decisões, há boas doses de determinação e coragem para executar o que for preciso. Mas como Marte está em um signo que não é conhecido pela rapidez, Touro, que por estilo é “devagar e sempre”, é preciso paciência para que várias questões possam ser resolvidas, inclusive ligadas ao âmbito financeiro.

Marte na Casa 8 também promete cirurgias para quem já vêm com problemas de saúde crônicos, como, por exemplo, lesões sérias nos joelhos.

Ano de muito trabalho e de atenção com saúde

Apesar do lado do lazer, sociabilidade e diversão, 2019 vai ser um ano de muito trabalho, com a Casa 6 cheia. Manter o emprego é uma das prioridades, mesmo que o salário, em alguns casos, eventualmente não seja o almejado. A Casa 6 coloca em contato com numerosas tarefas. Até mesmo figuras de autoridade, como presidente, governadores, chefias, tendem a estar bem ocupadas.

O ano vai pedir reformulações, jogo de cintura e capacidade de lidar com problemas.

Alguns sacrifícios também vão ter de ser feitos ‘na carne’, como é a própria questão da reforma da previdência. Por isto, não é um ano fácil para os brasileiros.

Outro tema desta Casa é o cotidiano e organização. Ter uma boa gestão do cotidiano e um cotidiano saudável pode fazer a diferença. Contudo, é preciso dizer que nem sempre isto vai ser fácil. Mercúrio retrógrado conjunto a Netuno pode trazer inúmeros entraves, confusões, desorganizações e atrasos.  

Em muitos momentos, vai-se sentir que se está “enxugando gelo” e se perdendo. Mas não vai ter outro remédio senão tentar se organizar, inclusive mentalmente, e restabelecer prioridades. A combinação, no uso positivo, favorece inserir no dia a dia meditações e/ou um pouco de espiritualidade. Também no uso positivo, vai ser possível usar a criatividade e/ou intuição para resolver alguns problemas.

No que se refere a saúde, pode haver tendência a diagnósticos enganosos e/ou difíceis de serem realizados. Se for o seu caso, repita exames e/ou busque outras referências. O ano vai pedir providências de saúde, como exames, idas ao dentista, mudanças em dietas, fisioterapia e cirurgias.  

O que não está bem vai aparecer

Com Sol conjunto a Quíron, velhas feridas (dores do passado, baixa autoestima) podem se reabrir este ano. Mas o lado positivo é que também pode ser um momento de se tratar o que não vai bem, inclusive com o favorecimento de abordagens holísticas, que integram o corpo, a mente e o emocional.

Apesar de ser dolorido mexer com questões de passado e família (o que vai ser acionado também por Saturno/Plutão na Casa 4), grandes melhorias podem advir. Desde que haja coragem de lidar de maneira voltada para cura (Plutão), e também realista, madura (Saturno), disposta a fazer transformações (Marte na Casa 8). Ainda que ocorra de , ainda forma lenta, mas firme (Marte em Touro).

Outro ponto fraco a se cuidar é com a mente, que tende a estar mais sensível e até confusa. Quando sentir isto, medite ou procure ajuda. Mais pessoas vão estar mais impressionáveis, com medo. O ano tende a disparar as doenças psicológicas, como depressão, ansiedade. Isso também por conta do posicionamento da Lua na Casa 12, o planeta da emoção em uma casa bem sensível.

Mas, no lado positivo, eventualmente crises podem ser oportunidades de fazer grandes mudanças de vida. O Ano Novo astrológico 2019 também favorece isto, desde que se esteja disposto a fazer uma grande revisão e encarar o que muitas vezes se joga para debaixo do tapete.

A ênfase em signos de Terra pode sinalizar que, para muitas pessoas, 2019 vai trazer novos procedimentos concretos de vida. Seja na alimentação, forma de viver ou algo realmente prático.

Bom momento para cursos e viagens curtas

O expansivo Júpiter ocupa a Casa 3, do aprendizado, cursos, comunicação, viagens. Logo,  indica um ano de muitas trocas, muito a aprender e muito interessante para viagens.

Há que se notar, porém, que Júpiter quadra Mercúrio/Netuno na Casa 6. Um dos potenciais é o de você achar um ensinamento muito bom, mas, na prática, não aplicar. Por exemplo, fazer um curso de Reiki e não usar. Portanto, atente para a dispersão no aprendizado ou em querer aprender mil coisas, mas não dar um sentido útil para elas.

O aspecto também pode indicar momentos de muito falatório e/ou dispersão no trabalho ou até fofocas. Uma outra questão é que a mente precisa cuidar para não ser exagerada e/ou sugestionável, como, por exemplo, ao ouvir sobre uma doença e  imediatamente já achar que está com ela, sem investigar direito. Ou, ainda, se deixar empolgar por uma promessa ou propaganda que tende a se provar enganosa.

Por isto, procure se distanciar mentalmente em algumas situações, para perceber se está compreendendo bem  o contexto e/ou questão.

Viagens, regidas por Júpiter, também podem concorrer com o dia a dia (Mercúrio/Netuno na Casa 6), desorganizando-os um pouco (ou bastante). Mas quem não gosta de viajar? Cuide também com distrações e dispersões que vão fazer com que você adie o término necessário de tarefas. Vai ter muita coisa interessante para ler, ouvir, aprender e trocar, mas separar um pouco o joio do trigo vai ajudar.  

Plano emocional crítico e/ou resguardado

Enquanto o planeta da mente, Mercúrio, ocupa o sensível signo de Peixes, o planeta da emoção, a Lua, está no racional e analítico Virgem, na Casa 12.

Tudo em Astrologia tem dois lados e há dois usos possíveis para a Lua na Casa 12 em Virgem. Uma é a de que, em momentos de privacidade (Casa 12), possamos fazer reflexões positivas, que nos ajudem a organizar (Virgem) interiormente (Casa 12).

É um bom ano para fazer faxinas interiores em crenças e padrões que não servem mais.

Mas também é possível que nos tornemos exageradamente críticos (Virgem) e cheios de paranoias (Casa 12). Por isto se se falou em aumento de problemas emocionais este ano para a população.

Esta não é uma Casa fácil, e o povo pode se sentir meio sem saída e sem crescimento. O que é reiterado pelo Sol na Casa 6, mais ao estilo de ter resiliência e paciência do que realmente expandir. Porém, Júpiter na Casa 3 promete aprendizados interessantes para quem buscar isto, que podem ser inspiradores para criar novos futuros, enquanto o regente do mapa na Casa 5 pede que, apesar de tudo, se tenha um toque de atitude e humor.

Relacionamentos: desejo de liberdade e espaço

As relações vão ter o toque de Aquário, com Vênus neste signo, e do seu regente, Urano, na Casa dos relacionamentos. Isto significa pouca paciência com cobranças. Aquário é um signo também mais mental, assim, as relações vão funcionar melhor na base da amizade e do companheirismo, que é o que Aquário valoriza.

Contudo, é bom lembrar que Vênus em Aquário quadra Marte em Touro. Desta forma, pode haver embates entre uma das pessoas que quer mais liberdade e a outra mais controladora e possessiva.

Outra forma que a quadratura pode assumir, sobretudo para solteiros, é às vezes encontrar alguém incrível, com uma conversa excelente, mas não ter química. Ou, o contrário, ter química, mas pouca afinidade intelectual. Não vai ser fácil juntar os dois pólos.

A combinação também pode tender a dinâmica tapas e beijos em algumas relações, a comportamentos invasivos versus alguém que demarca o seu território, e liberdade, com muita personalidade.

Urano na Casa 7 pode trazer rupturas em relacionamentos que fiquem insustentáveis. Se isto ocorrer e houver bens em jogo, e pessoas muito teimosas, há um potencial para grandes disputas e brigas com o aspecto Vênus/Marte.  

Vênus/Marte torna difícil controlar gastos, sobretudo em situações de lazer (Vênus na Casa 5). Por isto, prepare o bolso para os extras. Muita gente também vai se interessar por bolsa de valores este ano, tanto fazendo quanto perdendo dinheiro nas apostas. Ademais, lembre-se que Urano ingressou recentemente em Touro, onde vai ficar até 2026. Promete, assim, uma verdadeira revolução no âmbito financeiro, que em 2019 ainda vai estar nos seus estágios iniciais.

 

+ Quer entender melhor sua personalidade? Leia no seu Mapa Astral o significado da combinação do seu signo com o seu ascendente. 

+ Mercúrio Retrógrado em Peixes sinaliza período de indecisões. Entenda Melhor.

+ A Temperança é o arcano do mês: leia as tendências coletivas do tarot para março

+ Astrologia e Livre-Arbítrio: você entende essa relação?

Vanessa Tuleski

Vanessa Tuleski mora no RJ e dá consultas astrológica-terapêuticas pessoalmente ou à distância, focando no que o céu tem a dizer, mas também no que o livre arbítrio pode fazer.

[email protected]

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo