Impermanência: mindfulness para lidar com transformações

Em vez de negar ou fugir, praticar atenção plena pode ajudar a superar

Por Rita Kawamata

Nossa vida tem muitas fases, cada qual com sua beleza e suas dores. Apesar de sabermos que as mudanças e a morte são certas, desviamos o olhar: fomos ensinados a eternizar os instantes agradáveis, evitando a todo custo os desagradáveis. Existe uma forma mais compassiva e sábia de lidar com a impermanência? Existe um jeito de sofrer menos com as inevitáveis transformações, internas e externas?

Mindfulness pode ajudar a aceitar a impermanência

Esses são convites que a prática da atenção plena – Mindfulness – nos faz. E tudo começa de forma simples: fazendo as pazes com o corpo e prestando ainda mais atenção nele.

  • Em vez de negar ou fugir, escolher prestar atenção de uma forma curiosa e aberta;
  • Perceber, momento a momento, as mínimas mudanças, acostumar-se com elas, com menos crítica e mais apreciação;
  • Flexibilizar-se diante das incertezas da vida, em vez de enrijecer diante do que não se pode controlar;
  • Apreciar a beleza de cada momento.

Impermanência: como a atenção plena ajuda a viver no olho do furacão?

Escolhendo estar presente em cada momento, podemos desvendar suas possibilidades, em vez de querer algo diferente do que temos aqui e agora. Estar presente no corpo e na respiração traz clareza sobre a maravilha que é estar vivo e estabilidade para notar a impermanência. Logo, descobrimos que não somos nosso cansaço, nossas preocupações nem nossas emoções. Então, reflita: esses fenômenos vêm e vão. E o que permanece, afinal?

Afinal, o que somos?

Nosso corpo é uma grande comunidade de células, microrganismos e elementos em constante fluxo. Nele, emerge uma consciência capaz não apenas de perceber a si mesma como também o mundo lá fora.

Definir o que somos é extremamente complexo. Depende do meio (ambiente) onde estamos, de nossa história e crenças, da nossa experiência subjetiva.

A prática da atenção plena abre um espaço de quietude no meio disso tudo, onde podemos treinar habilidades como foco e concentração, empatia e compaixão.

 

+ Quer entender melhor sua personalidade? Leia no seu Mapa Astral o significado da combinação do seu signo com o seu ascendente. 

Amores de carnaval? Veja as tendências para sua vida amorosa com o Tarot e o Amor.

+ Veja as previsões da numerologia para você em 2019 no Mapa do Ano.

+ Fatores emocionais também podem desencadear a Candidiase. Entenda melhor.

Rita Kawamata

Praticante e instrutora de Mindfulness, formada pela MTI. Membro da Rede Abramind e sócia da Assertiva Mindfulness, que oferece cursos, palestras e workshops de atenção plena. Contatos: [email protected] / www.assertivamindfulness.com.br

[email protected]

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo