Aprenda a viver o ano novo todos os dias

Quatro ferramentas para ajudar você a solucionar conflitos e ver transformações na sua vida

Por Maria Cristina

Com o ano novo chegando é comum surgirem muitos sentimentos ambíguos. Em alguns momentos podemos sentir ansiedade e angústia por mais um ano que termina e a vida não ter mudado tanto quanto gostaríamos. Num outro extremo, sentimos que pode ser a chance que esperávamos para agora sim renovar tudo de uma vez. Nestes dois pólos, entretanto, a probabilidade é que nenhuma mudança se concretize.

Começa assim um ciclo vicioso: a esperança de que seja diferente, seguida da frustração por tudo parecer igual. Parece um ciclo impossível de ser quebrado, mas o que precisamos, na maioria das vezes, é de organização, consciência e determinação.

Organização para 2019

O primeiro passo para se organizar é voltar para o momento presente. Talvez você tenha problemas em todas as áreas da vida e a falta de organização pode gerar ainda mais. O ideal é você listar tudo o que você considera ser um problema. Enumere por prioridade. Qual é o mais desafiante? Comece por ele.

Com seu maior problema em vista, você pode escrever tudo a seu respeito: se há outras pessoas envolvidas, há quanto tempo ele existe, se há outras pessoas da sua família que tem o mesmo problema e o que você já fez para tentar resolvê-lo. Até aqui não há nenhum exercício de reflexão, apenas organização.

Conscientize-se e se conecte com você

Agora que sabe qual o problema que realmente deseja resolver, está na hora de compreendê-lo melhor. Muitas vezes para resolver um problema atual precisamos dar uma volta ao passado. Se é um sintoma ou doença grave, problemas que se repetem como fracassos profissionais ou falências, relacionamentos imersos em crises conjugais ou familiares, talvez seja  o momento de buscar mais informações sobre a família de origem e seus antepassados.

Caso esteja vivendo algumas destas questões, o melhor é não demorar muito para buscar uma ajuda profissional. O grande problema é se acostumar com a dor e acreditar que a vida é assim mesmo: cheia de conflitos, sintomas e infelicidades.

É importante ter consciência do quanto você poderia viver melhor caso compreenda a função do problema na sua vida, e tirar uns minutos para estar em sua própria companhia e meditar ou refletir sobre seus antepassados. Você conhece a história deles? Devemos saber quem são eles, como viviam suas vidas, pois através do inconsciente familiar podemos estar carregando problemas antigos que são transmitidos através das gerações.

Assuma sua responsabilidade e tenha determinação

Ao olhar para nossos problemas e história pregressa, o sentimento de culpa pode aparecer. Neste momento é importante assumir a responsabilidade pelas falhas e seguir em frente. Não deve haver culpa quando há tantas escolhas inconscientes. Mas é necessário assumir a responsabilidade pelo fato de ter estado inconsciente dos problemas por tanto tempo para então seguir em direção a solução.

Você pode ter a ideia de iniciar uma psicoterapia, mas acabar desistindo em seguida ao se dar conta de que as mudanças não ocorrem de forma instantânea. É importante a determinação para encarar todos os fantasmas do passado que podem estar influenciando no agora. Não somente assumir e encarar o problema de frente, como também reconhecer que existe a força para transformá-los.

4 Ferramentas para ajudar na solução dos conflitos

Acupuntura sem agulhas

Sempre indico duas metodologias que qualquer um pode usar facilmente desde que tenha disciplina. A primeira é a EFT ou acupuntura sem agulhas. Ela indica que por meio de leves batidas em alguns pontos específicos podemos liberar a emoção ou crença armazenada através dos meridianos de energia.

Ho’oponopono

A outra é a técnica de cura Hawaiana, Ho’oponopono, que ajuda na limpeza de memórias. Segundo este método, os problemas que vivenciamos no agora foram criados no passado e você deve utilizar quatro palavras, “sinto muito”, “me perdoe”, “te amo” e “sou grata” para liberá-los de sua vida.

As duas ferramentas mencionadas são excelentes e devem ser utilizadas de maneira contínua, podendo trazer resultados a curto, médio ou longo prazo. Pode depender da gravidade do problema e também da ligação com outros problemas e pessoas do passado.

Constelação Familiar

Contudo, há um terceiro recurso que, ao meu ver, pode trazer um resultado mais imediato, denominado Constelação Familiar. Um método criado pelo alemão Bert Hellinger que é baseado em três leis sistêmicas que atuam no inconsciente familiar: ordem da hierarquia, equilíbrio de troca e direito de pertencer. Nesta metodologia, caso uma das leis seja desobedecida no sistema familiar, um ou mais integrantes podem sofrer a consequência.

Nos problemas mencionados anteriormente, é bem comum haver um desequilíbrio na família de origem, com alguém excluído ou fora de seu lugar. Se algo se repete frequentemente na sua história ou de sua família, ou é um problema que persiste durante muitos anos, talvez uma constelação possa lhe ajudar.

Tal como no Ho’oponopono, mesmo que seu problema tenha relação com outras pessoas ou questões, você deve trabalhar em você para trazer os efeitos desejados. Mas da mesma forma, mesmo que a solução seja mostrada, nem sempre as pessoas conseguem dar o passo necessário em direção a ela, e mais uma vez, as outras técnicas mencionadas, bem como a psicoterapia, também podem ajudar.

Sonho: a voz do inconsciente

Por último, você já anotou seu sonho hoje? Se nunca pensou nisso, saiba que está perdendo uma grande oportunidade de dialogar com seu inconsciente e trazer para a consciência o que realmente lhe impede de fazer mudanças em sua vida. Os sonhos, assim como os sintomas, são a maneira mais frequente que o inconsciente utiliza para trazer a mensagem que precisamos naquele momento. Anotar o sonho e buscar a simbologia que ele traz certamente irá lhe direcionar para uma vida mais clara e portanto, mais plena.

O mais importante é agir! Se você continuar acreditando que nunca irá mudar, então assim será. Lembre-se que para ter um ano novo não é preciso uma mudança no calendário, mas sim em você. E você pode começar agora.

Uma dica de filme: Procurando Nemo e Procurando Dory

Talvez os fãs da peixinha azul tenham lembrem da frase: “Se você não fizer nada, então nada vai acontecer”! Sim ela foi dita por Dory para seu amigo Marlim enquanto o mesmo procurava seu filho Nemo. Dory foi tão protagonista na primeira animação que ganhou uma outra com seu nome na continuação da história.

Indico estes filmes pois elas refletem bem o fato de que mesmo com limitações, sempre temos a escolha de seguir em frente ou não. Dory é um exemplo de alguém que vive a vida de forma leve, vivendo o agora e não deixando que suas limitações a impeçam de seguir em frente. Ela não vê desafios, apenas oportunidades.

Na história que leva seu nome, há um momento que Marlim e Nemo se forçam a agir como a amiga para tentar encontrá-la, e se fazem a pergunta: “O que a Dory faria? Uma coisa é certa: ela não desistiria”. Que possamos nos fazer a mesma pergunta diante das dificuldades que surgirem. E se houver dúvida, faça como ela: continue a nadar, não desista!

O que você espera para sua vida em 2019? Veja previsões da Astrologia, Numerologia e Tarot para você.

+ Tendências da Astrologia para 2019. Veja as principaos tendências para o seu signo e o seu ascendente.

+ Aproveite as dicas da Cromoterapia para montar seu look perfeito para receber 2019.

Inicie o ano novo conhecendo melhor o seu jeito de ser. Leia uma amostra gratuita do seu Mapa Astral.

Maria Cristina

É psicóloga e atende em consultório em BH e online, por Skype. Tem amor pela profissão e o desejo constante de auxiliar as pessoas a enfrentar suas crises e a buscar o autoconhecimento.

[email protected]

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo