Previsões astrológicas de 5 a 11 de novembro de 2018

Céu traz otimismo e criatividade em alta, mas pede atenção às relações

Por Vanessa Tuleski

Com base no céu astrológico geral, confira as previsões coletivas para 5 a 11 de novembro de 2018. Essas são tendências que podem ser sentidas por todos. Para entender também suas tendências particulares, após a leitura consulte seus trânsitos personalizados, no Horóscopo Personare.

Depois de semanas bastante radicais, esta começa a amenizar, embora ainda se esteja em período de reavaliação de relacionamentos, devido a retrogradação de Vênus até o dia 15.

Na quinta-feira (08), o gigante Júpiter ingressa em seu signo de domicílio, Sagitário, por onde vai transitar por um ano, o que vai abrir novos potenciais e frentes na vida de todos

Porém, Vênus retornou para Libra, posicionamento motivado por preservar alianças, e que, partir de terça-feira (06), passa a ficar em ótimo aspecto com Marte, aumentando iniciativa social e afetiva, e as doses de atração e libido.

O Sol segue inspirado com Netuno até sexta-feira (09), ajudando a enxergar melhor o quadro todo. Além disso, a partir da quinta-feira (08), se alia a Plutão, o que propicia doses extras de motivação e renovação.

A partir do final de semana e durando até meados de novembro, Marte em sextil com Urano inspira novos caminhos. Contudo, também a partir do final de semana, Mercúrio começa a quadrar Netuno, o que pode trazer alguns atrasos e confusões no cotidiano, que se estende até 06/12, dado que Mercúrio começa a retrogradar no dia 16/11. Então, aproveite a última semana sem estas influências para dar encaminhamento a papéis e outros assuntos, pois depois será preciso paciência para lidar com atrasos, distrações e problemas de ordem maior.

Uma excelente notícia é que, na quinta-feira (08), o gigante Júpiter ingressa em seu signo de domicílio, Sagitário, por onde vai transitar por um ano, o que vai abrir novos potenciais e frentes na vida de todos. E isto vai ocorrer juntinho com a Lua nova de quarta-feira (07), que também abre um novo ciclo nesta semana.

Tempo para atuar com inteligência nas relações

Até quarta-feira (07), está presente a oposição entre Vênus e Urano, que implica na necessidade de mais espaço nas relações e também pode motivar por mudanças nelas.

Além disso, até 15/11, a retrogradação de Vênus também marca mais rigor e/ou suscetibilidade neste âmbito, como se estivéssemos avaliando e também sendo avaliados, tendo mais questionamentos sobre nossos relacionamentos.

No amor e nos relacionamentos, é prudente não ter atitudes muito cobradoras e/ou possessivas com Vênus/Urano, pois pressões podem acarretar rupturas e ocasionar rebeldia, por isto é importante saber conversar. A polarização deste aspecto também se verifica no plano coletivo, tendo ele estado bastante presente nas proximidades do segundo turno no Brasil.

Na vida social, pode ser mais difícil agregar e reunir, mas esta tendência diminui a partir de meados desta semana, embora ainda vá estar um pouco presente a retrogradação, que, porém, também pode gerar alguns reencontros, também na esfera afetiva.

Finanças instáveis e procedimentos estéticos requerendo mais cuidado.

Mais tolerância e sincronicidade

Até sexta-feira (09), um trígono entre o Sol e Netuno amplia a inspiração e a criatividade. O aspecto também fomenta a tolerância e a compreensão, contrabalançando um pouco o radicalismo que esteve presente nas últimas semanas. Abertura positiva do chakra cardíaco, com clima de maior conciliação. Excelente para se conectar com espiritualidade, meditar e praticar ações altruístas.

Sensação de estar em um fluxo, com maior chance de ocorrerem coincidências e sincronicidades.

Libido e atração em alta

A partir de terça-feira (06), durando uma semana, Vênus faz trígono com Marte, aumentando a atração física e a sinergia nas relações afetivas, que tendem a ser matizadas pelo elemento Ar, onde se encontram estes planetas, o qual valoriza charme, conversa, desenvoltura e vida social e cultural.

Vênus voltou para Libra em 31/10, ficando neste signo em todo o mês de novembro, no qual se esforça para fazer os relacionamentos darem certo. Senso estético em destaque. Disposição ampliada para socializar. Nas finanças, potencial de aquecimento e fechamento de negócios, embora a retrogradação de Vênus até 15/11, já mencionada em tópico anterior, necessite de maior cuidado com escolhas de maior porte, como compras imobiliárias.

Combinação de sedução e iniciativa nas relações em geral, por isto aproveite. Há chance, também, de conseguir se colocar sem precisar partir para brigas.

Metade da semana em diante: aumento da força de vontade

De quinta-feira (08) até a quarta-feira da outra semana (14), o Sol em sextil com Plutão tem forte potencial para aumento de poder, determinação, força de vontade e regeneração. Aqui talvez você se recupere de um final de gripe ou de uma situação recente que o tenha aborrecido ou desgastado. Há um grande contato com a sua força pessoal, sendo esta a época ideal para ativar motivação e favorecer também todo tipo de limpeza, transformação e mudança. Maior clareza sobre o que precisa ser mudado.

Incentivo a inovações e novas direções

A partir de sábado (10) e até 19/11, Marte faz sextil com Urano, outra excelente combinação, pois traz ousadia, iniciativa e criatividade que podem ajudar com uma série de assuntos que vinham bagunçados, sem direção e/ou um tanto apáticos, fazendo com que ganhem um novo impulso. Favorecimento, principalmente, de renovações e novos caminhos. Aumento da independência. Propício para dar uma sacudida e oxigenada no que quer que esteja precisando disso.

Notícias mais confusas em novembro

Do sábado (10) e até 22/11, Mercúrio quadra Netuno. Em alguns momentos deste período, este aspecto pode tornar a mente mais confusa, dispersas e menos objetiva, com dúvidas e menor clareza para a tomada de algumas decisões. Pode indicar a necessidade de checar melhor informações e fatos, pois há maior potencial para as chamadas “fake news”, mal entendidos ou mesmo notícias que possam ser confusas ou que ainda não estejam bem pensadas. Isto deve influir na fase de transição governamental no Brasil, contando, ainda, que de 16/11 a 06/12, Mercúrio fica retrógrado, o que tem efeito semelhante.

Dada a uma grande sensibilidade mental, um conselho é não se acreditar em tudo e ser mais precavido em negociações. Aumento de distração, requerendo mais conferências de tudo o que for feito. E se você tem um projeto novo para lançar, pode ser melhor evitar a fase de 16/11 a 06/12, a menos que esteja preparado para fazer muitos ajustes, o que tem a ver com Mercúrio retrógrado.

Possibilidade de confusões e atrasos também no trabalho, sistemas, transportes, etc. Chance de greves de serviços importantes (bancos, Correios, Receita Federal) até 06/12.

Fim de ano com mudança positiva no tom coletivo

Na terça-feira (06), Urano volta para o signo de Áries, onde transita pela última vez, para só voltar daqui a 84 anos, ficando neste signo até o dia 06/03/2019. Urano em Áries marcou movimentos coletivos pioneiros e trouxe forte motivação por independência desde 2011.
Na quinta-feira (08), como dito acima, Júpiter ingressa no seu próprio signo, Sagitário, por onde transita até 02/12/2019. Este trânsito deve trazer uma atmosfera de maior otimismo e chance de novos voos e projetos do final deste ano e em 2019, conforme explicado neste artigo.

Vanessa Tuleski

Vanessa Tuleski mora no RJ e dá consultas astrológica-terapêuticas pessoalmente ou à distância, focando no que o céu tem a dizer, mas também no que o livre arbítrio pode fazer.

[email protected]

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo