Previsões para Câncer em 2019

Confira as principais tendências para quem tem Sol ou ascendente no signo

Por Marcia Fervienza

Os últimos anos têm sido difíceis para os cancerianos. Desde que Plutão entrou em Capricórnio eles estão sendo obrigados a sair de sua zona de conforto e a explorar territórios que muitas vezes lhes parecem ameaçadores. Agora, com Saturno em Capricórnio e Urano em Touro, há maior abertura para mudança, desde que se possa controlar o ritmo desta. Você confere a seguir previsões para Câncer detalhadas, divididas por decanato. Mas o dia que um decanato inicia ou termina pode sofrer leves variações anualmente. Portanto, caso tenha nascido no dia de início ou término de um decanato, é importante consultar um astrólogo para tirar a dúvida.

No final do conteúdo, você também encontra as principais tendências para quem tem ascendente em Câncer.

Vale reforçar, ainda, que as previsões focam nos aspectos que o Sol (ou o ascendente) em Câncer viverá ao longo de 2019. Por este motivo, pode acontecer de um decanato ter trânsitos mais expressivos que outros.

Lembre-se que você é muito mais do que apenas seu signo solar e ascendente. Portanto, para ter uma análise completa de como será seu ano, é preciso analisar outros aspectos de seu Mapa Astral.

Confira abaixo as previsões para seu signo ou ascendente (caso não saiba seu ascendente, clique aqui e descubra gratuitamente).

Como os nativos dos diferentes decanatos estão em diferentes etapas do processo, olhemos para cada um deles separadamente.

Primeiro decanato – 22 de Junho a 1º de Julho

Para os nascidos no primeiro decanato, a entrada de Urano em Touro lhes permite começar a construir uma nova base para a sua vida dentro da nova consciência de que nada é permanente. Sim, porque durante os últimos sete anos, quando Urano estava em trânsito por Áries, a sua vida foi desorganizada, arrebatada e alterada de maneira nunca antes imaginada. Através das circunstâncias e de eventos externos, Urano obrigou os cancerianos a olharem para dentro e a reverem o seu conceito de identidade. A pergunta feita foi: quem é você se as coisas mudarem de lugar? Quem é você fora do seu papel nesta família ou neste trabalho? Você foi forçado a (re)descobrir quem você é e qual o seu papel no mundo.

Agora em trânsito por Touro, Urano quer aproveitar o que foi descoberto e aquela autoconsciência conquistada para que você explore formas mais flexíveis de se sentir seguro. Segurança tem que ser algo que existe dentro de você antes de mais nada, sem estar totalmente baseado em coisas concretas e materiais, nem em estruturas externas. Pode parecer difícil, mas talvez não seja tanto assim.

Pense bem: você já teve que se reinventar. Você conseguiu descobrir uma nova forma de existir e de coexistir. Tudo aquilo que te definia como pessoa para você mesmo e para o mundo mudou. E, embora o processo tenha sido doloroso, hoje pode ser que você até se sinta mais livre e identificado com a sua essência por causa disso. Quão difícil pode ser agora reavaliar as suas bases de segurança e construir o que virá daqui pra frente sobre novos pilares?

Você já aprendeu que é mais forte do que pensava ser e que pode sobreviver a perdas e mudanças radicais.

Diante de todo o experimento com Urano em Áries, Urano em Touro acabará sendo uma brisa em um dia de verão – talvez uma brisa mais forte, que traga alguns percalços, mas ainda assim uma brisa. Não desanime!

Algumas datas importantes para estes nativos:

Fevereiro não é um mês favorável para assuntos do coração. Vênus estará oposta ao seu Sol entre os dias 4 e 12, o que significa que os outros parecerão menos abertos a sua emotividade do que o esperado. Aqui ficam favorecidos encontros amorosos, desde que envolvam o retorno (ou reencontro) com alguém do passado, e ainda assim é preferível esperar o período passar.

Com Vênus em Capricórnio, parece haver uma dissonância de idiomas: por mais que hajam afinidades, vocês parecem não falar a mesma língua. Já entre 4 e 11 de julho, não somente o amor está do seu lado, como você está mais bonito, mais sociável, mais agradável, enfim, tudo favorece. Aproveite!

Segundo decanato – 2 a 11 de Julho

Para os nascidos no segundo decanato, as influências predominantes são Saturno e Netuno. Como um dos aspectos é tenso (oposição) com um planeta que em sua essência é totalmente oposto à essência canceriana (Saturno), os nativos deste decanato devem passar por momentos mais difíceis e atribulados. Para eles, Saturno funciona quase como seu arqui-inimigo. Claro, os cancerianos possuem uma natureza sensível, e Saturno quer saber do que é concreto e prático. Sim, você sabe que a vida precisa de estrutura e propósito, mas precisa ser acompanhada de tanta dureza?

Como o aspecto envolvido é de oposição, esse Saturno pode se manifestar através das suas relações. São os outros que estão mais duros, frios e práticos. Por alguma razão, os outros resolveram cobrar mais firmeza de você, e resolveram exigir de você menos sentimentalismo e uma visão mais prática da vida. São os outros que colocam objeções aos seus planos e projetos, ou que tornam tudo mais demorado e complicado do que precisa ser.

Esse constante embate com o outro acaba baixando a sua vitalidade e, se o estresse for muito grande, até a sua imunidade.

O que fazer? Com Netuno à disposição através de um trígono, os cancerianos podem se sentir tentados a escapar para um mundo de fantasias, domínio de Netuno, já que a dureza saturnina se revela difícil de levar para estes nativos (a menos que outros fatores no mapa indiquem o contrário). Mas, se forem inteligentes, eles usarão este planeta para ajudá-los a se conectar com a verdadeira razão (a razão metafísica) de tudo que estão vivendo através do trânsito de Saturno.

Por que o outro se coloca diante de mim como um obstáculo e não como um aliado? Por que exigem tanto de mim? Saturno fala de culpa e de responsabilidade. Na oposição, estas características podem estar projetadas. Será que você, em algum ponto da sua trajetória, decidiu passar essa bola para o outro, e o outro resolveu vestir o arquétipo para você? Como se dissesse, “ok, se você se recusa a crescer e precisa de um pai autoritário, vou fazer isso por você”.

Como resolver isso? Sempre trazendo de volta para si aquilo que está projetado. Assuma a responsabilidade, faça a sua parte, evite processos inúteis de culpa. “Esvazie” a função saturnina do outro. Assim, os outros podem se aproximar de você desde um lugar mais “netuniano”, de conexão, de energia, como favorece o trígono.

Terceiro decanato – 12 a 22 de Julho

Este ano, são os nascidos no terceiro decanato que continuam sendo forçados a revisão. Enquanto Urano em Áries jogou com os papéis que você cumpria em sua vida para ver quem você seria se eles mudassem, Plutão afeta seu senso básico de identidade. Não se trata de descobrir quem você é quando as coisas (ou pessoas) mudam, mas quem você é independente de tudo isso. Urano perguntou “como você seria se as coisas fossem diferentes?”, enquanto Plutão pergunta “quem seria você se não houvesse nada além de você?”.

Ele quer que você olhe para a sua sombra e mergulhe nas profundezas do seu ser. Plutão fala do essencial. Ele nos despe de todas as máscaras e camadas de personalidade. Ele convida a encarar nossos maiores medos para que possamos descobrir nossas maiores forças. Sua ideia é de que nada é mais assustador do que aquilo que desconhecemos de nós mesmos e que, uma vez que este lado nosso seja explorado, não há nada com o que não possamos lidar.

Claro que este é um processo esgotador. Por isso, para muitos, Plutão/Sol acaba trazendo à tona problemas de saúde, alguns sérios, que, quando solucionados, simbolizam um renascimento. É aí, quando nos encontramos com a morte (Plutão), quando nos vemos diante da nossa fragilidade, que entramos em verdadeiro contato com as características do nosso signo solar.

Porque vemos que podemos perder tudo num piscar de olhos, que somos efêmeros, que o que realmente vale na vida é de outra natureza.

Plutão quer saber daquelas dimensões da sua personalidade que ainda não foram exploradas e, com isso, pode se representar em sua vida através de pessoas ou relacionamentos (oposição) que te questionam, que fazem olhar para dentro, que amedrontam e que, por isso, podem trazer à tona aquele pior lado seu, que existe na sombra. Algumas pessoas podem desenvolver problemas psicológicos durante este trânsito, como obsessões e compulsões, motivo pelo qual se recomenda acompanhamento terapêutico.

Ascendente em Câncer

Para os nascidos com ascendente em Câncer, este é um ano de movimento na área da rotina, trabalho e corpo físico. O trânsito de Júpiter, que representa expansão e crescimento, por Sagitário ativará a sua casa 6 natal, o que pode indicar um ano de projeção no ambiente de trabalho, de mais viagens a trabalho, maior circulação de gente influente em sua rotina (gente que pode te beneficiar de alguma forma).

Pode também ser um ano de engorda. Isso porque Júpiter expande tudo que toca, e como a casa 6 é a casa do corpo físico, essa é sempre uma possibilidade para a qual temos que estar atentos.

Por outro lado, esse é um ano interessante para fazer um checkup geral de saúde. Isto porque Júpiter protege aquilo que toca.

Logo, se houver algum quadro de saúde se desenvolvendo, nada melhor do que descobrir e tratar agora. Afinal, Júpiter também representa profissionais qualificados, o que é sempre uma ótima indicação.

Enquanto isso, Urano entra na casa 11 dos nascidos com ascendente em Câncer. Isso significa amigos novos, amigos que chegam e partem, amigos diferentes, amigos interessantes, amigos de todo tipo. Existe uma mudança no seu grupo usual de amigos ou no seu padrão de amizades. Por exemplo, se você prefere amigos do mesmo sexo do que do sexo oposto, este ano isso pode mudar. E isso não é ruim. Mas exige de você mente aberta e muita independência no campo de amizades. Porque amigos uranianos não são amigos que necessariamente vão te levar no colo quando o bicho pegar. Eles estão presentes, dão apoio moral, mas esperam sempre que você caminhe com as próprias pernas. Amigos uranianos não são amigos cancerianos: estes últimos são mais mães enquanto os outros são realmente amigos.

Marcia Fervienza

Astróloga há mais de 15 anos e psicóloga, atua como colaboradora em Astrologia para diversas revistas e possui trabalhos publicados em vários países. Oferece atendimentos astrológicos presenciais e virtuais.

[email protected]

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo