Vídeo mostra se você está em um relacionamento abusivo; assista

Por Eliane Quinalia

Um vídeo chamado "Sunshine – Don't Confuse Love & Abuse" ("não confunda amor com abuso", em tradução do inglês) está rodando as redes sociais desde o último mês para explicar como um relacionamento abusivo tem início e se desenvolve. E claro, que isso nada tem a ver com amor.

A produção, de iniciativa da ONG norte-americana Day One, que desde 2003 ajuda mulheres a identificar os mais diversos tipos de abuso, mostra uma jovem que se apaixona por um rapaz e passa a ser alvo situações extremas de controle em seu relacionamento.

Para quem não sabe, o abuso em um namoro ou casamento é um tipo de violência doméstica muito comum. Começa com uma necessidade de controle por um dos parceiros e, na maioria das vezes, evolui para a agressão, que pode ser emocional, verbal, física ou tecnológica.

Veja o vídeo:

No Brasil, organizações como a Artemis, Compromisso e Atitude e a Mais Marias tratam o tema e auxiliam mulheres envolvidas em relacionamentos dessa natureza.

A Central de Atendimento à Mulher também atende por telefone as mulheres que estiverem vivenciando esse tipo de situação e que precisarem de ajuda. O contato pode ser feito pelo 180.

Há também uma cartilha com contatos para quem reside em outros países e deseja denunciar abusos.

Para saber se você está sendo vítima de abuso, fique de olho nas informações a seguir e busque ajuda!

Abuso verbal

  • Te chama por nomes desagradáveis e sempre tenta de colocar para baixo
  • Diz o que você deve vestir e o pode ou não fazer
  • Liga, envia mensagens de texto e emails demais
  • Exige saber onde e com quem você está
  • Ameaça te machucar 

Abuso emocional

  • Tenta te controlar com ameaças
  • Apresenta crises de ciúme com frequência
  • Não deixa você sair com amigos e familiares
  • Culpa você por tudo
  • Acusa você de traição sem motivo

Abuso físico

  • Pode pegar seu braço com força ou te machucar
  • Puxa seu cabelo
  • Te dá chutes, socos e tapas
  • Usa objetos para te machucar
  • Pode te estrangular
  • Comete abuso sexual
  • Te toca e beija quando você não quer
  • Te pressiona ou obriga a fazer sexo ou realizar fantasias sexuais contra a sua vontade
  • Se recusa a usar preservativo e exige que você não adote controle de natalidade

Abuso financeiro

  • Não permite que você tenha um emprego e trabalhe
  • Sabota seu trabalho e suas oportunidades de emprego
  • Controla como o dinheiro é gasto
  • Não permite que você tenha acesso às contas bancárias
  • Não inclui você nas decisões de investimentos ou nas bancárias
  • Faz dívidas em seu nome
  • Esconde os próprios investimentos financeiros para que você não saiba o quanto ele tem
  • Rouba sua identidade, acaba com o seu crédito na praça e "toma" os seus bens materiais

Abuso tecnológico

  • Diz quem pode ser ou não seu amigo no Facebook e em outros sites
  • Envia mensagens negativas, como insultos e ameaças nas suas redes sociais para te controlar e denegrir
  • Usa sites como Facebook, Twitter, foursquare e outros para controlar "seus passos" na rede
  • Te marca o tempo inteiro nas redes sociais
  • Envia imagens indesejadas e explícitas ou exige que você envie algo em troca
  • Pressiona para que você envie nudes ou vídeos de sexo
  • Rouba ou insiste em saber as suas senhas de email, sites e redes sociais
  • Envia mensagens constantemente e não aceita que você saia sem telefone
  • Examina seu telefone, verifica suas fotos, textos e ligações
  • Usa qualquer tipo de tecnologia (como spyware ou GPS em um telefone) para monitorá-lo
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo