Trajetória dos amores de Hebe Camargo ganha musical dirigido por Miguel Falabella

Por Metro Jornal
Débora Reis e Carol Costa vivem personagem na fase adulta e jovem - Divulgação
Trajetória dos amores de Hebe Camargo ganha musical dirigido por Miguel Falabella

Após ser alvo de uma biografia, a apresentadora, cantora e atriz Hebe Carmago tem sua memória lembrada em um musical dirigido por Miguel Falabella que estreia na quinta-feira (12), às 21h, no Teatro Procópio Ferreira (r. Augusta, 2.823, Jardins, tel.: 3083-4475; qui. e sex., às 21h; sáb., às 17h e 21h; dom., às 18h; de R$ 40 a R$ 190).

Com roteiro de Artur Xexéo, também autor da biografia, “Hebe, o Musical” evoca o estilo music-hall francês, como um teatro de revista.

O centro narrativo é a relação da diva com seus três amores: Luís Ramos, Décio Cauano e Lélio Ravagnani.

A ideia é recontar a trajetória da Hebe a partir de um programa de TV dos anos 1960. Para evocar esse universo, o primeiro ato tem cenário, figurinos e maquiagem 100% em preto e branco e, à medida que a história avança, ganha cores.

Nessa fase, a protagonista é vivida por Carol Costa. Na vida adulta, é a vez de Débora Reis incorporá-la, numa interpretação inspirada do tom de voz e trejeitos da personagem. “Não tenho o compromisso de imitá-la o tempo todo. Claro que é fácil fazer a Hebe do entretenimento, mas tive que inventar essa Hebe dentro de casa, com o marido, que eu desconheço. Miguel me deu essa liberdade de criar”, diz a atriz.

“Não se trata de um documentário. Esse é um delírio musical. Quero encantar a plateia da mesma forma como ela nos encantou a vida inteira”, declara Falabella.

Loading...
Revisa el siguiente artículo