Entenda o que é a osteoporose e como identificá-la

Osteoporose é uma desordem na qual os ossos enfraquecem e perdem sua resistência. Indivíduos com osteoporose possuem elevado risco de fraturas. Existem partes do corpo onde as fraturas por osteoporose são mais comuns como punho, fêmur proximal e coluna.

As fraturas do fêmur, na região do quadril, são as de maior gravidade e necessitam sempre de tratamento cirúrgico. Como consequência, estas fraturas impedem a locomoção do paciente por um período prolongado. Esta imobilidade leva a uma série de complicações ao organismo, como distúrbios circulatórios e pulmonares, alcançando uma impressionante taxa de mortalidade de até 50% no primeiro ano após a ocorrência da fratura.

Osteoporose é mais comum nas mulheres do que nos homens, sobretudo devido a alterações hormonais que ocorrem durante o período da menopausa. A osteoporose costuma ser silenciosa e pouco sintomática em estágios iniciais. Seu diagnóstico deverá idealmente ser feito antes do surgimento dos sintomas, comumente as fraturas.

A maioria das pessoas portadoras da osteoporose não sabe que a possui e é responsabilidade de nós médicos uma orientação adequada e investigação deste mal silencioso.

O exame utilizado para quantificar a massa óssea é chamado densitometria óssea. Este teste dura em média 15 minutos, não é invasivo e nem doloroso. Utiliza mínimas quantidades de radiação e avalia parâmetros ósseos da coluna, quadril e punho. Mulheres em período de menopausa e homens senis devem ser investigados.

Exames sanguíneos com dosagem sérica de cálco, vitamina D e função tireoidiana poderão auxiliar na obtenção das causas da osteoporose, que em sua maioria é devida a perda óssea associada ao processo natural do envelhecimento.

Nas formas iniciais o tratamento com exercícios diários, como caminhadas, poderão melhorar a massa óssea. Uma dieta rica em cálcio e suplementação de vitamina D através de exposição solar ou suplementos vitamínicos são suficientes para estabilizar a perda óssea. Várias medicações com função de inibir a reabsorção óssea existem no mercado e são utilizadas em casos mais severos. O objetivo é evitar a perda da massa óssea e diminuir os riscos de fratura, não havendo cura para o problema, apenas controle.

O tratamento para osteoporose é, felizmente, eficaz, especialmente se o diagnóstico é precoce. Os parâmetros da densitometria se estabilizam e por vezes há uma melhora gradual.  Finalmente o risco de se haver uma fratura banal reduz drasticamente com o tratamento adequado.