Cada vez mais pedal depois do feriadão

Por fabiosaraiva

colunista cleber ricci-andersonPara os ciclistas paulistanos, o feriado da consciência negra pode ser uma boa para quem estava ensaiando em voltar a pedalar e não conseguiu por que a inércia impera.

Para quem precisa subir de degrau no treinamento, também pode ser a hora de mudar de patamar na distância máxima realizada em um treino e trabalhar corpo e principalmente a mente para suportar com conforto uma distância maior.

É a hora de parar alguns dias para viver. Depois de um ou dois dias de descanso, vá ao mesmo tempo preparando a cabeça e o equipamento para o treino especial no sábado ou no domingo.

A vantagem do ciclismo em relação à corrida, é que é mais fácil multiplicar suas distâncias máximas e não é traumático para as articulações como correr.

Pode ser muito traumático sim, se sua bike não estiver perfeitamente ajustada para seu corpo, pois multiplicar distâncias com a bicicleta desregulada para o corpo, pode transformar uma atividade excelente em catastrófica. Sendo assim, o ideal é estar com o ajuste postural entre corpo e bike perfeito, comercialmente conhecido como bike fit.

Para seus treinos, lembre-se de levar câmara de ar, ferramentas portáteis e kit de reparo, além de alimentação esportiva para longa distância. Depois de 1h de pedal, devemos comer uma porção pequena de carboidrato (gel energético ou barra energética) a cada 30 minutos. Junto com isso, hidratação adequada para digerir esse carboidrato e não se desidratar. Desta forma, você evitará hipoglicemia, o famoso prego de fome.

Depois desse treino mais longo, procure dormir um pouco mais cedo do que o normal, recupere-se bem no dia seguinte e, o mais importante, não deixe de treinar no segundo dia depois do treino mais longo, realizando dessa vez um treino médio se você estiver bem, ou um treino leve, se você passou do ponto. Repita mais uma vez o processo, ou seja, um dia de descanso pós-treino voltando a treinar no outro dia. Por exemplo: pedal longo no domingo, descanso na segunda-feira, pedal médio ou curto na terça, descanso ou giro bem leve na quarta, treino médio na quinta, descanso ou giro leve na sexta, treino leve no sábado e outro treino longo no domingo. Se você fizer tudo direito e conseguir descansar e dormir com qualidade, a cada 15 dias, poderá aumentar em 5 ou 10km sua distância máxima.

Bom feriado e bons pedais pro resto da vida!

Cleber Ricci Anderson, 47 anos, é especialista em bike fit (ajuste postural), ex-ciclista da Seleção Brasileira de Ciclismo, pioneiro em MTB no Brasil, autor do Guia Bike na Rua e do projeto Ciclo-Rede e proprietário da Anderson Bicicletas.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo