Bom ambiente e produtividade andam juntos

Por Nadia

ivan-hussni colunista Aumentar a produtividade é (ou deveria ser) um dos principais objetivos de qualquer dono de empresa, independente do porte. Em linhas gerais, significa ser eficiente ou produzir mais com os mesmos recursos (máquinas, funcionários e número de horas trabalhadas). Para isso, é preciso haver uma combinação de fatores como uso de tecnologia, ferramentas e estrutura adequadas, entre outros. Mas um ponto não pode ser subestimado nesse contexto: o ambiente interno. Por mais que os funcionários sejam capacitados e estejam bem equipados (contar com computadores e programas atualizados, por exemplo, é vital), um clima positivo será decisivo para a obtenção de bons resultados. Ambiente desfavorável pode minar o negócio, portanto, cuidar desse aspecto é uma questão de sobrevivência. Já uma atmosfera acolhedora ajuda a desenvolver o espírito de equipe, as pessoas passam a se dedicar mais, ter orgulho da empresa e do próprio trabalho e a rotatividade de empregados diminui. Há um ganho de qualidade no todo.

Cabe ao dono de uma micro ou pequena empresa tomar a iniciativa de promover essa situação, o que pode ser feito com a adoção de medidas simples, mas que fazem diferença no dia a dia. São providências que melhoram o convívio do grupo e as condições de trabalho. Eliminar elementos nocivos como fofocas, intrigas e brincadeiras de mau gosto é importantíssimo. A “limpeza” começa com a comunicação clara do empresário com a equipe, orientando, dando feedbacks e dissolvendo atritos. É preciso frisar que a relação entre todos deve ter como base educação, respeito e cordialidade.

Além de ferramentas apropriadas, os empregados necessitam de espaço físico condizente, limpo e agradável. Lugares bagunçados, barulhentos e com muita informação prejudicam a concentração e causam perda de tempo e agilidade. O local deve ser organizado, inclusive visualmente, mas sem radicalismo: proibir um quadro na parede, um vaso com plantas e porta-retratos na mesa não ajuda em nada. As rotinas também devem ser revistas. Reuniões pouco objetivas são um desperdício, assim como e-mails em excesso, em que todos são copiados desnecessariamente. Como vimos, clima saudável e produtividade estão intimamente ligados. Se quiser saber mais, procure o Sebrae-SP.

Ivan Hussni é diretor técnico do Sebrae-SP. Escreve no Metro São Paulo

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo