Tempo seco aumenta procura em Unidades básicas de saúde

Por Carolina Santos

A baixa umidade do ar em São Paulo fez a procura por atendimento médico em função de problemas respiratórios aumentar. Segundo estimativa da Secretaria Municipal de Saúde, houve um aumento de 30% nos atendimentos desse tipo de caso nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) da cidade.

Ontem, a Defesa Civil mais uma vez decretou estado de atenção na cidade por causa do tempo seco. Segundo o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências), o índice estava em 28% por volta das 13h.

A qualidade do ar piorou. Segundo a Cetesb, somente duas estações da capital estavam com a qualidade boa ontem. “É só o tempo ficar seco que eu quase não consigo respirar, ainda mais com essa poluição. O corpo sente como um todo. Os olhos ficam mais ressecados, assim como a pele. E isso incomoda, porque a rinite ataca”, relata a estudante de direito Camila Cunha, de 20 anos.

Nos próximos dias, não há previsão de chuva e o ar seco permanece. As madrugadas continuam frias, mas as mínimas tendem a se elevar um pouco. Hoje, a máxima chega a 27oC.

Amanhã, a mínima deve ser 13oC, e a máxima, 28oC. No sábado há previsão de garoa, o que deve aumentar a umidade e melhorar a qualidade do ar.

Captura de Tela 2013-07-31 às 21.37.31

Loading...
Revisa el siguiente artículo