Polícia encontra restos mortais da 'Maddie McCann estadunidense' 5 anos após seu desaparecimento

Por Victória Bravo

A polícia de Tucson confirmou a morte da pequena Isabel Celis, conhecida como "a Maddie McCann estadunidense" devido à semelhança de ambos os casos.

Isabel desapareceu com apenas seis anos de idade do seu quarto em 2012, sem deixar nenhum rastro além de uma janela aberta.

De acordo com o Daily Mail, seus restos mortais foram descobertos há cerca de um mês, mas até agora a polícia não havia confirmado o DNA. Embora as autoridades tenham confirmado a identidade da menina, ainda não foi possível decifrar a causa da morte.

O chefe da polícia assegurou que este não era o fim do caso e que eles não descansariam até saber mais.

“Obviamente, este não é o fim que esperávamos, mas, ao mesmo tempo, não é o fim do caso. Estamos trabalhando de forma muito agressiva, assim como faríamos com qualquer caso que envolva a morte de uma criança”, declarou a autoridade.

Nenhum detalhe adicional foi dado ao público porque a investigação ainda está em andamento. Contudo, é de conhecimento da mídia que o caso possui elementos estranhos e foi considerado como rapto de menor.

Os pais escreveram um comunicado doloroso, agradecendo o apoio da comunidade e pedindo privacidade:

“Queremos agradecer à comunidade pelo apoio que nos deram ao longo dos anos e por nos impedir de perder a esperança. Agora é nossa hora de lamentar. Pedimos que nos deem privacidade para fazê-lo”.

A polícia continua pedindo que a população colabore com o caso.

“Este é um passo muito importante no caso, então essa é uma das razões pelas quais continuamos perguntando à população se eles têm alguma pista. Acreditamos que existem pessoas que talvez saibam alguma coisa ou pensem que sabem e que, neste momento, vão querer confessar”.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo