Artista canibal assassinou, devorou e pintou quadro com restos da vítima

Por Victória Bravo

Luis Alfredo Hernández González foi preso na semana passada acusado de assassinar, devorar e pintar um quadro com restos mortais de um homem em Caracas, na Venezuela.

Segundo investigações do Corpo de Investigações Científicas Penais e Criminalísticas, o jovem usou sangue e as cinzas da vítima para pintar uma tela.

De acordo com informações do El Pais, o acusado confessou o crime e revelou que desmembrou e comeu grande parte do corpo. Contudo, ele argumentou que tinha sido contratado pela vítima para executar esse “ritual”.

No possível local do crime foram encontrados diversos quadros e documentos de outras pessoas. A polícia agora está investigando se outras possíveis vítimas.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo