Molho pesto pode virar Patrimônio Mundial da Unesco

Por Ansa

O 7º Campeonato Mundial de Pesto será realizado no Palazzo Ducale de Gênova em 17 de março. Mas a Ligúria estará em festa durante toda a semana, em apoio à candidatura do "Pesto Genovese al Mortaio" – técnica de preparação do molho de manjericão com pinoli – como patrimônio Mundial da Unesco.

Leia mais:
Virado à paulista se torna patrimônio imaterial do Estado de São Paulo
Baguete francesa pode virar patrimônio cultural da Unesco

Durante os dias 12 a 18 de março, a região promoverá uma série de eventos dedicaos ao pesto. A campanha começou em 2015, mas só agora será analisada pelo Comitê Interministerial Italiano da Unesco para que o "Pesto al Mortaio" possa ser colocado em uma "lista provisória" e, em seguida, prosseguir na candidatura internacional. Para ajudar a campanha, "várias assinaturas foram coletadas em um abaixo-assinado.

"Eu gostaria de um mundo tingido de pesto verde", disse o governador da Liguria, Giovanni Toti, afirmando ser uma riqueza da região, cultura de comer bem, saúde e aromas do Mediterrâneo.

Já o prefeito de Gênova, Marco Bucci, disse que "o pesto é o nosso DNA, é a nossa terra que faz manjericão, mas é nossa inteligência fazer um molho pesto". No dia 17 de março, a competição terá 100 participantes, 50 ligures, 25 italianos de outras parte dos país e 25 do exterior.

Ainda haverá a distribuição de sorvete e uma exibição de fogos de artifício. As comemorações vão de 12 a 18 de março.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo