Japão lembra 7 anos do tsunami e do desastre de Fukushima

Por Ansa

O Japão relembrou neste domingo (11) o aniversário de sete anos do terremoto-tsunami que deixou cerca de 18 mil vítimas, entre mortos e desaparecidos, em 11 de março de 2011 e provocou um desastre nuclear em Fukushima.

Em Tóquio, a cerimônia em homenagem às pessoas afetadas pela catástrofe contou com as presenças do príncipe Akishino e sua esposa, Kiko, e do primeiro-ministro Shinzo Abe. Às 14h46 (2h46 em Brasília), hora exata do tremor de magnitude 9.0 na escala Richter, foi realizado um minuto de silêncio.

O terremoto provocou um tsunami ao longo da costa da região de Tohoku, com ondas de até 40 metros de altura que danificaram três reatores da usina nuclear de Fukushima, causando o maior desastre do tipo desde o vazamento na central de Chernobyl, na então União Soviética, em 1986.

Até hoje, mais de 70 mil pessoas permanecem evacuadas por causa da tragédia, sendo que quase 30 mil ainda vivem em residências provisórias. Segundo o Greenpeace, o nível de radiação ao redor da central de Fukushima está três vezes acima da meta do governo.

Atualmente, apenas três dos 45 reatores nucleares do país estão em funcionamento, mas o gabinete conservador de Abe pretende retomar a produção desse tipo de energia.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo