Médicos do Canadá se mobilizam contra aumento de seus próprios salários

Por Metro Jornal

Uma mobilização de médicos na província de Quebec, no Canadá, chamou a atenção pelo motivo inusitado: eles eram contra o  aumento de seus próprios salários.

O motivo? Eles defendiam um sistema público de saúde forte e, por isso, com o cancelamento do reajuste, a verba poderia ser redistribuída para outros investimentos na área.

De acordo com publicação do "Washington Post", os médicos assinaram um que ressaltavam que estavam ganhando demais perto de outros profissionais da Saúde.

"Esses aumentos são ainda mais chocantes porque nossos enfermeiros e outros profissionais enfrentam condições de trabalho muito difíceis, nossos pacientes vivem com a falta de acesso aos serviços necessários, devido aos cortes drásticos nos últimos anos e a centralização do poder no Ministério da Saúde. A única coisa que parece ser imune aos cortes é a nossa remuneração", dizia o texto.

Mais de 700 médicos, residentes e estudantes de medicina já assinaram a petição online.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo