Prefeito é amarrado pela perna por não cumprir promessas de campanha na Bolívia

Por Metro Jornal

Os moradores da cidade de San Buenaventura, na Bolívia, não estavam satisfeitos com o trabalho do prefeito local e decidiram amarra-lo a uma "berlinda", instrumento de tortura usado na Idade Média. Javier Delgado foi acusado de não cumprir promesses feitas durante sua campanha.

Sua perna direita ficou presa no instrumento e as imagens da "punição" viralizou nas redes sociais.

De acordo com a imprensa local, ele ficou preso durante 1 hora e essa foi a terceira vez que isso acontece, em dois anos do seu governo. O político negou ter feito qualquer coisa de errado e se disse perseguido pelos madeireiros endinheirados da cidade, que estavam espalhando "boatos".

"Foi uma total confusão, uma distorção de informações motivada por pessoas com interesses pessoais e políticos que estariam buscando revogar meu mandato", disse o gestor ao jornal local "El Deber.

Finalizada a punição, os moradores se reuniram para conversar com o prefeito.

 

 

 

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo