Governo alemão está sob ataque cibernético e prepara defesas

Por Reuters

O governo da Alemanha estava preparando suas defesas na quinta-feira contra um poderoso ataque cibernético que, segundo parlamentares, violou a rede de computadores do Ministério das Relações Exteriores e que as autoridades ainda não sabem a origem.

O chefe de um painel de supervisão parlamentar disse que o ataque continuava e as autoridades de segurança estavam tentando manter o controle.

“É um verdadeiro ataque cibernético em partes da rede governamental”, disse o parlamentar conservador Armin Schuster a repórteres. “É um processo contínuo.”

Schuster se recusou a dar mais detalhes, dizendo que isso proporcionaria um aviso aos hackers, que ele não identificou.

“A perda de informações sensíveis equivale a danos significativos por conta própria”, disse Schuster. “Mas podemos dizer que o governo alemão está tentando, tanto quanto sabemos hoje, manter o processo sob controle.”

Notícias publicadas na mídia afirmaram que o ataque foi detectado em dezembro, mas que poderia estar em andamento por até um ano.

    Parlamentares disseram que o Ministério das Relações Exteriores é alvo do ataque.

Um deputado que foi informado sobre o assunto disse que o ataque aparentemente tem origem na Rússia.

O Kremlin não pôde ser imediatamente contatado para comentar.

    Este é o mais recente de uma série de ataques cibernéticos contra instituições políticas e indivíduos de destaque na Alemanha.

Autoridades de segurança culparam pela maioria dos ataques anteriores um grupo de hackers russo, APT28, que os especialistas dizem que tem vínculos estreitos com uma agência de espionagem russa. Especialistas em segurança responsabilizaram o mesmo grupo por um ataque antes das eleições presidenciais de 2016 nos EUA.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo