Sob o efeito de drogas, jovem arranca os próprios olhos em frente a uma igreja

Por Metro Internacional

Kaylee Muthart, uma jovem de apenas 20 anos, protagonizou uma cena chocante em uma rua em Anderson, na Carolina do Sul.

Sob o efeito de metanfetaminas, Kaylee arrancou os próprios olhos na frente de uma igreja no dia do 6 de fevereiro.

As alucinações fizeram a jovem pensar que o mundo estava "de cabeça para baixo", o que a levou a ouvir vozes que lhe diziam para "sacrificar seus olhos" e morrer em paz. Dias antes, ela havia prometido a sua mãe que  iria para a reabilitação.

Aqueles que estavam dentro da principal capela da cidade imediatamente ouviram os gritos da menina, que já tinha um dos globos oculares nas mãos.

Os paroquianos tentaram ajudá-la, mas quando a ambulância chegou, Kaylee já havia arrancado o segundo olho.

De acordo com Katy Tompkins, sua mãe, em uma entrevista para a revista People, Kaylee fumava "cristal" há cerca de seis meses.

A metanfetamina é uma droga conhecida mundialmente como um estimulante ilegal que altera a percepção cerebral. De acordo com Katy Tompkins, sua filha teria começado com vício depois de fumar um cigarro de maconha misturado com a droga.

Segundo os médicos, a droga usada pela garota provavelmente continha outro produto químico, o que explicaria a gravidade das suas alucinações.

Os médicos não puderam fazer nada para salvar a visão de Kaylee, por isso a jovem foi recomendada a adquirir próteses estéticas para evitar o contágio de qualquer infecção ou doença colateral.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo