Pais fingem de mortos para ajudar a polícia a prender o próprio filho

Por Metro Internacional

Um jovem de 22 anos foi enganado pela polícia em um plano que até parece coisa de cinema. Para isso, os oficiais o fizeram acreditar que o matador de aluguel que ele contratou havia assassinado a sua família. O filho queria a morte dos pais e da irmã para receber a herança.

Detetives descobriram o plano cruel que incluía matar sua mãe, seu pai e sua irmã de 10 anos em Sochi, na Rússia.

O jovem detalhou como e onde a pessoa contratada deveria matar sua família e elaborou um mapa mostrando as câmeras de segurança da casa e deu dicas de como evitar cães de guarda. Contudo, o matador contratado na verdade era um detetive.

Segundo o Metro Reino Unido, os pais estavam devastados pelo plano de seu filho, mas ainda assim tiveram forças para participar de uma estratégia policial a fim de prender o culpado. Para isso, eles usaram sangue e feridas de faca falsas.

O detetive disfarçado organizou uma reunião em um carro e mostrou as fotografias de seus pais "assassinados". Nenhuma foto da irmã mais nova foi publicada e não ficou claro se ela participou do plano da polícia.

O homem concordou em pagar o dinheiro prometido pelo crime assim que recebesse a herança. Nesse momento ele foi preso pela polícia e imediatamente confessou que havia, inclusive, planejado matar a família duas outras vezes.

O pai do jovem administra uma importante instituição educacional em Sochi. A família tem uma casa grande e um carro, além de economias. O acusado enfrentará 15 anos de prisão se for declarado culpado.

Foto Reprodução / Interior Ministry

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo