Diário de uma paixão da vida real: casal morre no mesmo dia após 80 anos juntos

Por Metro Internacional

Um casal que se apaixonou desde o dia em que se conheceu  morreu lado a lado depois de um romance de 80 anos. Máire e Gerry Ryan se conheceram aos 17 anos e se amaram todos os dias até morrerem, aos 93 anos.

O casal, de Tipperary, na Irlanda, pediu que suas camas fossem aproximadas para que pudessem segurar suas mãos durante seu últimos momentos juntos.

Segundo o Metro Reino Unido, os Ryans se mudaram para a mesma casa de repouso depois que Máire foi diagnosticada com Alzheimer; Gerry já sofria de uma artrite grave.

A enfermeira que cuidou do casal no "Curragh Lawn Nursing Home" revelou: “Gerry costumava segurar sua mão o tempo todo e lembrá-la sobre os velhos tempos e de suas vidas.(…) Ele sentava e lia seus poemas, amava a poesia irlandesa, também cantava para ela à noite. Nunca vi algo assim".

A funcionária que trabalha no lar de idosos há 13 anos confessou que o marido era muito dedicado a Máire e que realmente era uma história digna de ser comparada com o filme e livro “Diário De Uma Paixão”.

Não é à toa que, como no clássico romance, o casal também morreu com apenas algumas horas de diferença. Ela durante a madrugada do dia 19 de fevereiro e ele na mesma tarde.

Foto Reprodução / Curragh Lawn Nursing Home

 

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo