Após cirurgia, homem pode dar seus primeiros passos nos últimos 2 anos

Por Metro Internacional

Um homem deu seus primeiros passos em dois anos depois que cirurgiões removeram uma grande massa de sua perna essa semana.

Saidalavi, de 46 anos, foi diagnosticado com elefantíase na adolescência depois de ser infectado por parasitas transmitidos pela picada de mosquito.

Acamado desde 2016 com uma protuberância gigante na coxa, o homem passou por uma operação no Instituto Amrita de Ciências Médicas em Kochi, na Índia.

Saidalavi disse após o procedimento: “É uma sensação incrível ficar de pé sem qualquer apoio. (…) Eu perdi toda esperança e até me preocupava que minhas pernas fossem amputadas, se a infecção se espalhasse”.

A filariose linfática, conhecida como elefantíase, é causada por uma infecção tropical contraída por vermes transmitidos através de picadas de mosquito.

foto Reprodução / Newslions SWNS

 

 

Saidalavi foi diagnosticado com a condição há 30 anos e fez várias cirurgias, mas o inchaço continuou aumentando. Para que ele pudesse finalmente ter uma maior qualidade de vida, uma equipe de cinco cirurgiões e três anestesistas removeram a massa durante uma operação que durou cinco horas.

A Dra. Subramania Iyer, chefe de cirurgia plástica e reconstrutiva, disse: “Era uma cirurgia complexa. Várias complicações podem surgir porque o paciente está acima do peso e é incapaz de caminhar”.

O homem revelou que agora pretende recuperar sua vida e poder voltar a trabalhar.

Foto Reprodução / Reprodução / Newslions SWNS

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo