A história por trás da imagem que ganhou o prêmio de Melhor Fotógrafo de Vida Silvestre 2018

Por Metro Internacional

O abraço entre um gorila e um homem que salvou sua vida foi o ganhador do prêmio Wildlife Photographer of the Year People's Choice.

A fotógrafa Jo-Anne McArthur clicou o momento em Camarões, enquanto o gorila resgatado, chamado Pikin, era transferido para outro santuário de animais.

Pikin tinha sido capturado por caçadores para ser vendido como carne de caça, mas felizmente o grupo Ape Action Africa interveio e impediu o ato.

A caça de primatas é comum em Camarões e os caçadores vendem a carne dos animais tanto no país de origem como no exterior. Os filhotes muitas vezes ficam órfãos e morrem em liberdade ou são vendidos como animais de estimação.

Pikin estava indo para um novo santuário dentro de uma floresta segura, mas ele acordou durante sua transferência quando a sedação acabou. Felizmente, ele acordou nos braços do seu cuidador, Appolinaire Ndohoudou, um homem com quem ele tinha uma relação especial.

Segundo o Metro Reino Unido, assim como Pikin, Appolinaire também foi forçado a deixar a sua casa quando fugiu de Chade,  na África Central, devido a guerra civil.

Jo-Anne capturou o momento em que os dois viajavam abraçados juntos, que se tornou a foto vencedora escolhida pelo público no concurso do Museu de História Natural de Londres.

Ela foi eleita em uma lista de 24 selecionados pela equipe do museu, que em uma primeira seleção tinha quase 50 mil inscritos.

Veja as outras finalistas: 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo