Preso atacou Jon Venables depois que ele se gabou de assassinato de criança

Por Metro Internacional

Um antigo preso afirmou ter espancado Jon Venables por ele se gabar do assassinato de James Bulger. James Heap, hoje com 39 anos, foi mantido com o criminoso na mesma prisão em 1994, quando ele tinha 14 anos e Venables, 11.

Heap disse ao Sunday Mirror: "O olhar no rosto de Venables enquanto ria do assassinato ficará comigo para sempre. (…) Ele tem cara de louco quando sorri, o rosto mais malvado que você já viu".

Aparentemente, Venables se vangloriou de ter matado Bulger, de apenas dois anos, a quem ele e Robert Thompson sequestraram em um shopping. Ele teria dito: "Fácil… é como ir a uma loja".

Heap declarou: "Eu dei um soco na sua boca. Rir por isso é simplesmente doentio. Ele contou sobre como levou a criança e o quanto era muito bom ou muito esperto para alguém descobri-lo. Sem remorso no rosto, nem um pouco de vergonha”.

Foto Reprodução / Facebook

O caso James Bulger

O assassinato de James Bulger completa 25 anos hoje. Venables e Robert Thompson receberam uma condenação de prisão perpétua pelo crime, porém foram libertados em 2001, depois de cumprir oito anos pelo assassinato ocorrido em 1993.

Com 10 anos de idade, os dois assassinos sequestraram a criança em um centro comercial. O menino foi morto com chutes, pedras e golpeado na cabeça com uma barra de ferro.

Em fevereiro de 2018, Jon Venables foi preso novamente, por 40 meses, depois de ter admitido possuir mais de mil imagens pornográficas de crianças e um manual de abuso infantil.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo