Morre filho mais velho de Fidel Castro, o 'Fidelito'

Por Metro Internacional
Reprodução / AFP
Morre filho mais velho de Fidel Castro, o 'Fidelito'

O filho mais velho de Fidel Castro, Fidel Ángel Castro Díaz-Balart, 68 anos, cometeu suicídio na manhã da última quinta-feira (1) em Havana (Cuba). Há meses, ele recebia tratamento para uma depressão grave, de acordo com a mídia oficial cubana. Durante algum tempo, ele foi hospitalizado por causa da doença e estava atualmente em tratamento ambulatorial.

"Doutor em Ciências Fidel Castro Díaz-Balart, que havia sido visto por um grupo de médicos há vários meses devido a uma profunda depressão, atentou contra a sua vida na manhã de hoje, primeiro de fevereiro", informou o jornal Granma.

Castro Díaz-Balart nasceu no dia 1 de setembro de 1949, em Havana, e foi o único filho de Fidel Castro com sua primeira esposa, Mirta Díaz-Balart, jovem de uma destacada família de quem divorciou em 1955.

Popularmente conhecido como Fidelito e de grande semelhança física com seu pai – o líder da revolução cubana – era um engenheiro nuclear, o primeiro cubano com essa formação.

Castro Díaz-Balart  se especializou na União Soviética, onde por questões de segurança estudou e obteve seus diplomas sob o pseudônimo José Raúl Fernández. Ele também foi conselheiro científico do Conselho de Estado de Cuba e vice-presidente da Academia de Ciências de Cuba. Ele teve três filhos de seu casamento com a russa Olga Smirnova, Fidel Antonio, Mirta María e José Raúl.

Foto Reprodução / Twitter
Loading...
Revisa el siguiente artículo