300 tubarões foram encontrados mortos, mutilados e massacrados no México

Por Metro Jornal
Reprodução / Getty
300 tubarões foram encontrados mortos, mutilados e massacrados no México

No estado de Michoacán, no México, foram encontrados 300 tubarões mortos, todos mutilados e massacrados no lado da estrada. Cerca de 50 animais foram espalhados no chão, enquanto o resto estava dentro de sacos jogados perto do lugar.

A descoberta foi relatada à polícia depois que os moradores locais acreditavam que o cheiro forte vinha de corpos humanos em decomposição.

A cidade a oeste do México está localizada a 240 quilômetros do mar, então o massacre ficou ainda mais inexplicável. Além disso, todos os tubarões estavam sem suas barbatanas, sem cabeça e sem vísceras, parcialmente congelados.

O desfecho do caso

Segundo o Publimetro México, o Procurador Federal de Proteção Ambiental informou à mídia que todos os tubarões foram pescados legalmente e foram transportados em um caminhão para a Cidade do México.

No entanto, o caminhão foi interceptado por um grupo de ladrões que jogaram os cadáveres na beira da estrada, onde foram encontrados posteriormente.

O National Fisheries Institute considera que pelo menos 100 tipos de tubarões vivem nas costas do México, dos quais 39 são negociados legalmente. Esses tubarões não são considerados animais ameaçados de extinção.

Mesmo assim, de acordo com o relatório da Coalizão em Defesa dos Mares do México, a população deste animal diminuiu em 80%, devido à venda legal.

Na Ásia o contrabando de barbatanas é comum, pois servem para fazer uma sopa tradicional. Sendo ilegal, suas barbatanas são altamente cobiçadas no Oriente, onde o preço de cada quilo chega a 1.239 dólares.

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo