Filha mais velha da família Turpin era vítima de bullying na escola

Por Metro Internacional

Um ex-colega de classe da filha mais velha da família Turpin disse que a menina sofria bullying na escola primária por cheirar mal e ganhou o apelido maldoso de "menina piolho".

Taha Muntajibuddin, ex-colega de classe de Jennifer Turpin, disse que está cheio de "culpa e vergonha" depois de ser cúmplice em intimidar a garota na sua escola primária de Fort Worth, no Texas, informou o Daily Mail.

"Jennifer Turpin era a única garota da Meadowcreek Elementary  (escola) com a qual ninguém queria ser pego conversando", escreveu Muntajibuddin em uma publicação no Facebook no dia 18 de janeiro.

“Muitas vezes, as outras crianças da terceira série zombavam dela porque, às vezes, suas roupas pareciam terem sido arrastadas na lama e ela também cheirava mal a maioria dos dias. Lembro-me claramente de que toda a minha terceira série tirou sarro, porque a nossa professora lhe pediu que tirasse uma gaze envolta em um papel alumínio velho de chocolate Hersheys com a qual ela costumava amarrar os cabelos”, revelou o ex-colega.

Jennifer Turpin was the one girl at Meadowcreek Elementary that nobody wanted to be caught talking to. Every grade level…

Posted by Taha Muntajibuddin on Thursday, January 18, 2018

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo